sicnot

Perfil

Economia

Instabilidade política pode penalizar crescimento no médio prazo

A OCDE deixou hoje um aviso aos atores políticos de Portugal, alertando que "a instabilidade política pode abrandar as reformas, o que vai pesar nas perspetivas de crescimento de médio prazo".

Arquivo

Arquivo

Francisco Seco/ AP

No "Economic Outlook" hoje divulgado, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) refere-se aos riscos que a economia portuguesa enfrenta, além dos políticos.

Para a instituição, "excluindo o declínio da atividade em Angola, os riscos são sobretudo domésticos", destacando, nomeadamente, que "o alto endividamento, privado e público, e a baixa rentabilidade dos bancos continuam a ser uma fonte importante de vulnerabilidades".

A OCDE antecipa, no relatório preparado pelo departamento de Estudos Económicos Nacionais liderado pelo ex-ministro Álvaro Santos Pereira, que "o investimento empresarial não vai ser suficientemente vigoroso para acelerar a criação de emprego e dar uma base mais forte para o crescimento do consumo assim que as empresas concluírem a recuperação do capital perdido".

Para que as exportações cresçam e para garantir uma redução sólida da dívida externa, será preciso realizar "mais reformas estruturais para aumentar a competitividade e o crescimento potencial".

A OCDE reitera também que "é necessária uma ampla avaliação dos efeitos das recentes reformas estruturais, incluindo uma avaliação ao progresso na sua implementação".

Para a OCDE, a redução da alta percentagem de desempregados de longa duração e da proporção de jovens que não estudam e que não trabalham "iria aumentar o produto e reduzir a desigualdade e a pobreza".

No setor energético, sublinhando que "Portugal tem sido líder nas energias renováveis", a OCDE adverte que o legado dos sistemas de remuneração deram "rendas significativas" às empresas energéticas e defende que, "apesar de as medidas já terem gerado uma redução considerável destas rendas, devem ser tomadas medidas adicionais para as reduzir ainda mais e para impulsionar a competitividade no setor".

Além disso, a OCDE destaca ainda que "reforçar a dependência dos impostos verdes, ao mesmo tempo que se reduzem outros impostos, iria melhorar os incentivos para investir e promover o crescimento sustentável".

Lusa

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália. As equipas de socorro conseguiram resgatar duas pessoas, mas admitem ainda a existência de quase 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Temperaturas negativas congelam rio em Bragança
    1:26

    País

    As baixas temperaturas os últimos dois dias, com as mínimas a descer até aos 10 graus negativos durante a noite e madrugada, congelaram o rio que atravessa a aldeia de Gimonde, no concelho de Bragança. O repórter da SIC João Faiões esteve esta manhã no local.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.

  • Feriado no Carnaval e fim das pontes chumbados
    2:15

    País

    Nem o Carnaval vai passar a ser feriado, nem as pontes vão acabar. O PS rejeitou esta quarta-feira no Parlamento uma proposta do PSD para que os feriados a meio da semana sejam gozados na segunda-feira seguinte. Ao mesmo tempo, os socialistas recusaram duas propostas apoiadas pelos partidos de esquerda, para que o Carnaval passasse a ser sempre feriado.

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16