sicnot

Perfil

Economia

OCDE prevê recessão no Brasil em 2016 e lenta recuperação a partir de 2017

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) considera que o Brasil vai enfrentar uma recessão de 3,1% este ano e de 1,2% em 2016, crescendo apenas 1,8% no ano seguinte.

© Sergio Moraes / Reuters

"Projetamos que a recessão se prolongue para 2016, devido ao necessário ajustamento orçamental, política monetária mais restritiva para conter a inflação e uma falta de confiança dos investidores relacionada com a incerteza política", escrevem os peritos da OCDE no 'Economic Outlook', um relatório sobre as perspetivas económicas mundiais, hoje divulgado em Paris.

No documento, os analistas afirmam que em 2017 deverá ocorrer uma "lenta recuperação", alicerçada na melhoria da confiança nas políticas macroeconómicas, mas alertam que "o desemprego deve aumentar ainda mais em 2016".

O Brasil, dizem, "entrou em recessão por causa dos baixos níveis de confiança, da incerteza política e dos preços das matérias-primas mais baixos".

As perspetivas de uma melhoria rápida na balança comercial deterioraram-se, "o que levou a que a dívida soberana do Brasil fosse revista em baixa para o nível abaixo de investimento" pelas agências de 'rating' este ano, o que, por sua vez, faz com que "recuperar a confiança nas políticas macroeconómicas continue a ser a prioridade", apesar de a recessão tornar a contenção orçamental muito difícil.

Os analistas alertam que a médio prazo o estabelecimento de um crescimento económico mais forte vai depender do sucesso das reformas estruturais, "incluindo uma reforma abrangente dos impostos indiretos, a descida das barreiras ao comércio e a redução do peso administrativo".

Lusa

  • OCDE prevê abrandamento da economia mundial

    Economia

    A economia mundial vai crescer menos de 3% em 2015, o pior resultado dos últimos anos. As previsões da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) para a economia mundial são sombrias. A OCDE prevê abrandamento da economia mundial, dado que o normal seria crescer 4%.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17