sicnot

Perfil

Economia

Consórcio Gateway admite ficar minoritário na TAP

O consórcio Gateway, que venceu o concurso da privatização da TAP em junho passado, admitiu hoje, em entrevista ao Diário Económico, ficar em posição minoritária na empresa caso o PS decida reverter o processo.

David Neelmen e Humberto Pedrosa assinam documentos de venda da TAP a 24 junho 2015.

David Neelmen e Humberto Pedrosa assinam documentos de venda da TAP a 24 junho 2015.

Lusa

Em entrevista publicada hoje no Diário Económico, Humberto Pedrosa admitiu ficar em posição minoritária caso um eventual Governo liderado por António Costa decida reverter o processo de privatização, mas avança que tal decisão dependerá "das condições" que forem propostas pelo novo executivo.

O líder do consórcio vencedor da privatização da companhia aérea nacional, e que passou a deter 61% do capital, revelou ao jornal económico que "ficar minoritário ou não, vai depender das condições", admitindo que "está disponível para conversar".

No entanto, o empresário considerou que "não há condições para o Estado reverter a totalidade da privatização", avançando que a companhia tem "a hipótese de ter um novo acionista que reúne todas as condições para fazer da TAP uma nova empresa".

O novo dono português da TAP explicou ao Diário Económico que o consórcio que integra, juntamente com o empresário David Neelman, está "preparado para tudo", sublinhando que analisará "todos os cenários, incluindo o de poder recorrer para os tribunais devido a uma eventual revogação do contrato".

Humberto Pedrosa revelou ainda que o contrato assinado com o Governo português "não tem prevista nenhuma cláusula de indeminização" e frisou que "o fecho do contrato ainda não está feito".

"Estava previsto que viesse a acontecer durante esta semana, mas tem implícito obviamente a devolução do que já pagamos e as despesas que tivemos com a operação", lembrou.

O líder do consórcio afirmou também não saber se o Governo "tem ou não condições para fechar a operação" ou se o deixa para o próximo executivo, mas, apesar da incerteza, reconheceu estar tranquilo.

"Estou bastante entusiasmado com a compra da TAP e isso cria-nos grandes expetativas de fazer uma boa companhia. Se esta hipótese for gorada, fico naturalmente triste. Tenho pena, mas também posso dizer que fico aliviado, uma vez que será menos trabalho e menos responsabilidade", revelou ao Diário Económico.

Para que a operação esteja concluída falta ainda a autorização da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), que, deverá acontecer ainda esta semana, de acordo com o diário.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.