sicnot

Perfil

Economia

Preços sobem 0,6% em outubro face ao período homólogo

A taxa de inflação em outubro, medida pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC), registou uma variação de 0,6% face ao mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

REUTERS

A variação homóloga dos preços em outubro foi inferior em 0,3 pontos percentuais à registada em setembro.

Desde março que a variação homóloga dos preços em Portugal voltou a registar subidas, depois de um longo período em que os preços, em termos homólogos, registavam variações nulas ou negativas, em linha com os dados da inflação a nível europeu.

Desde março que a variação homóloga dos preços em Portugal voltou a registar subidas, depois de um longo período em que os preços, em termos homólogos, registavam variações nulas ou negativas, em linha com os dados da inflação a nível europeu.

A variação mensal do IPC foi 0,1% (0,8% em setembro e 0,3% em outubro de 2014), enquanto a variação média dos últimos doze meses situou-se em 0,4% (0,3% no mês anterior).

Excluindo a energia e os bens alimentares não transformados (inflação subjacente), a inflação apresentou em outubro uma subida homóloga de 0,9%, que compara com os 1,1% do mês anterior.

Já o índice relativo aos produtos alimentares não transformados desacelerou em outubro, passando de uma variação homóloga de 3,7% em setembro para 2,3%.

Entre as classes com contribuições positivas para a variação homóloga dos preços salientam-se as dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas, das bebidas alcoólicas e tabaco, das comunicações e dos bens e serviços diversos.

A classe com maior contribuição negativa para a variação homóloga do IPC, por sua vez, foi a dos transportes, com uma variação homóloga de -0,9% (-1,1% no mês anterior), seguida do vestuário e calçado, com uma taxa de -0,9%.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou em outubro uma variação homóloga de 0,7%, inferior em 0,2 pontos percentuais à verificada no mês anterior e superior em 0,7 pontos percentuais à taxa estimada pelo Eurostat para os países do euro (diferença inferior em 0,3 p.p. à registada em setembro).

A taxa de variação mensal do IHPC situou-se, por sua vez, em -0,2% em outubro (0,7% no mês anterior e 0,0% em outubro de 2014) e a taxa de variação média dos últimos doze meses foi 0,4% (igual ao registado em setembro).

Lusa

  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07