sicnot

Perfil

Economia

BBVA Portugal vai fechar mais 26 agências e despede 187 trabalhadores

A última etapa do processo de reestruturação do BBVA Portugal vai implicar o encerramento de 26 agências e a redução do quadro de pessoal em 187 trabalhadores, tal como foi hoje comunicado internamente, confirmou à Lusa fonte oficial do banco.

© Andrea Comas / Reuters

Contactada após a informação ter sido passada aos representantes dos trabalhadores numa reunião que decorreu esta manhã, fonte oficial do banco liderado por Luís Castro e Almeida garantiu que o BBVA Portugal "vai manter sempre a sua presença no país, porque se trata de um mercado de grande inter-relação com Espanha, a principal geografia do Grupo".

Com estas novas medidas, o BBVA Portugal fecha o processo de reestruturação iniciado há um ano, que é visto pelo grupo espanhol como essencial para garantir a sustentabilidade da operação no mercado português.

O ajuste da estrutura é feito com "o objetivo de permitir ao BBVA Portugal continuar a sua estratégia de crescimento de negócio com os seus clientes, garantindo um modelo de relação mais focado no serviço e alicerçado na tecnologia e proximidade através do serviço BBVA Consigo", sublinhou à Lusa fonte oficial.

E acrescentou: "A estratégia de crescimento em Portugal consiste em reduzir os custos do modelo, ganhando, ao mesmo tempo, competitividade comercial e melhorando a qualidade do serviço".

Atualmente, o BBVA Portugal conta com 583 colaboradores e 38 agências, tendo registado um prejuízo de 62 milhões de euros no exercício de 2014.

O banco está presente no mercado português desde 1991, sendo a 11.ª instituição em termos de quota de mercado, e conta hoje em dia com 85 mil clientes.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.