sicnot

Perfil

Economia

Autoeuropa garante aumentos salariais de 1,5% e postos de trabalho até final de 2016

A Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa anunciou hoje um pré-acordo com a administração da empresa que garante todos os postos de trabalho até setembro de 2016 e prevê aumentos salariais de 1,5%, com atualização mínima de 20 euros.

(SIC/ Arquivo)

Segundo um comunicado distribuído aos trabalhadores da empresa, o pré-acordo que vigora desde o passado dia 01 de outubro até 30 de setembro de 2016 prevê também a conversão de contratos temporários em permanentes, "tendo presente a situação do mercado e os indicadores internos, conforme prática corrente da empresa".

O documento, que deverá ser divulgado na próxima semana, depois de aprovado nos plenários de trabalhadores marcados para o dia 19 de novembro, mantém também os prémios por objetivos, pagos em março e em dezembro, e garante a manutenção de 25 dias de férias, apesar da redução para 22 dias, já inscrita no Código de Trabalho.

Apesar dos custos que poderá ter de enfrentar, devido à fraude com o dispositivo de medição de emissões de gases poluentes, que terá sido instalado em automóveis vendidos um pouco por todo o mundo, o grupo alemão Volkswagen manteve os investimentos que já tinha em curso na fábrica de Palmela, que poderão atingir os 677 milhões de euros.

Os investimentos em curso vão dotar a fábrica de Palmela de uma nova plataforma que permitirá a produção de diversos modelos da marca alemã, estando prevista a atribuição de um novo veículo à Autoeuropa no final do primeiro semestre de 2017.

Lusa

  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.