sicnot

Perfil

Economia

Fabricantes do Viagra e do Botox unem-se no maior negócio do mundo na área da saúde

A farmacêutica americana Pfizer, fabricante do Viagra, vai comprar a rival Allergan, que fabrica o Botox, por 150 mil milhões de euros, naquele que é o maior negócio do mundo no setor da saúde.

A americana Pfizer é a fabricante do Viagra.

A americana Pfizer é a fabricante do Viagra.

© Brendan McDermid / Reuters

Juntas, vão ser a maior empresa farmacêutica do mundo.

O objetivo passa também por pagar menos impostos. A Pfizer irá para a Irlanda, onde está sediada a Allergan, já que as taxas fiscais no país são bem mais baixas.

  • Como funciona o Viagra para mulheres
    2:06

    País

    A indústria farmacêutica conseguiu um objectivo antigo. As autoridades norte-americanas aprovaram o chamado Viagra para mulheres, comprimido que aumenta o desejo sexual. Mas muitos médicos lembram que há muitas condicionantes à sexualidade feminina que provavelmente não se resolvem com o comprimido.

  • Botox eficaz no tratamento da incontinência urinária

    Vida

    Um estudo internacional, liderado por Francisco  Cruz, investigador da Faculdade de Medicina do Porto e diretor do Serviço  de Urologia do Hospital São João, provou que o uso de botox é "eficaz e  seguro" no tratamento da incontinência urinária. 

  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite