sicnot

Perfil

Economia

Metade dos pescadores compensados até final do mês pela paragem da pesca da sardinha

O Governo vai pagar até ao final do mês metade dos apoios aos armadores e pescadores que estão parados por não poderem pescar sardinha, garantiu hoje fonte da tutela, depois de os sindicatos denunciarem atrasos nos pagamentos.

© Lucy Nicholson / Reuters

Fonte oficial do Ministério da Agricultura e do Mar (MAM) disse à agência Lusa que, "no final deste mês, devem ser pagos" os apoios referentes a 50 embarcações, de um total de 131 que recorreram às compensações, por estarem proibidas de pescar sardinha, na sequência do esgotamento dos limites de captura estabelecidos.

Algumas já foram pagas e as restantes "serão pagas no próximo mês", correspondendo a 2,3 milhões de euros, acrescentou.

A Federação dos Sindicatos do Setor da Pesca denunciou hoje que os pescadores do cerco, que estimou em cerca de mil, ainda não receberam quaisquer apoios previstos de setembro a novembro e que as suas famílias estão a "desesperar", uma vez que os atrasos nos pagamentos chegam aos três meses, como nos casos de Peniche e da Nazaré, que deixaram de pescar no final de agosto.

A mesma fonte do MAM explicou que, como a paragem da pesca da sardinha "foi faseada", a entrega de candidaturas também o foi, tendo sido formalizadas 67 em setembro e cerca de 60 em outubro de um total de 131, algumas das quais já foram pagas.

A demora nos pagamentos foi justificada com procedimentos, previstos no regulamento comunitário e na legislação nacional, que obrigam, por exemplo, à verificação da existência de dívidas ao fisco e à segurança social por parte das empresas do setor.

Para dezembro, não vão haver compensações, disse entretanto à Lusa o presidente da Associação Nacional das Organizações da Pesca do Cerco (ANOP Cerco) no final de uma reunião da comissão de acompanhamento da sardinha, em que têm também assento a Autoridade de Gestão da Pesca Portuguesa (atualmente a Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos - DGRM), Instituto Nacional de Recursos Biológicos, IPIMAR, Docapesca e Anicp - Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe.

" Foi assumida pelo senhor diretor-geral que já não há tempo nem condições para haver apoios em dezembro para as imobilizações temporárias das embarcações, oriundos dos novos fundos comunitários, porque o programa ainda não foi aprovado. Resta ainda uma esperança para os meses de janeiro e fevereiro", afirmou Humberto Jorge à agência Lusa.

Fonte do MAM esclareceu que, como preveem os regulamentos, os apoios têm uma validade de três meses, o que significa que as candidaturas que entraram em outubro têm apoios garantidos até dezembro.

"Provavelmente, as embarcações vão ter de voltar ao mar, não para pescar sardinha, mas para tentar pescar outras espécies e tentar gerar algum rendimento para as empresas e para os pescadores", disse o dirigente associativo.

Na reunião da comissão da sardinha, o setor da pesca soube também que "por falta de meios financeiros" ainda não foi realizada a expedição científica, prometida para este mês, para avaliar o 'stock' de sardinha.

Sem investigação até agora e com o Governo em gestão, o setor aponta atrasos nas negociações com Espanha e com a União Europeia e, em consequência, na definição dos limites de captura para 2016.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC