sicnot

Perfil

Economia

Não haverá devolução da sobretaxa do IRS

Os contribuintes receberiam zero de devolução da sobretaxa de IRS se o ano acabasse agora. É o que resulta da execução orçamental até ao fim de outubro. A receita de IRS caiu mais de 1% e a subida do IVA não chegou para compensar.

(SIC)

(SIC)

No Orçamento de Estado de 2015 estava prevista uma subida de 4,9% no IVA e de 2,4% no IRS. Tudo o que ficasse acima destes limites levaria a uma devolução da sobretaxa de IRS aos constribuintes.

Antes das eleições, esta devolução representava 35% da receita da sobretaxa.

Mas os dados apurados em novembro, referentes ao final de outubro, mostram que os contribuintes teriam a receber zero se o ano acabasse agora.

A explicação está na evolução da cobrança de IRS. Neste momento está a cair 1,1% e não a subir ao contrário do que estava previsto. A subida do IVA acima do limiar inscrito no Orçamento não chega para compensar esta queda do IRS.

A principal razão para a baixa da receita deste imposto tem a ver com os rendimentos de capitais. Por um lado, as taxas de juro dos depósitos bancários estão historicamente baixas. Por outro lado, a taxa de poupança das familias caiu muito. Em consequência, a receita de IRS sobre estes rendimentos está muito longe do objectivo fixado no Orçamento.

No global, as contas do Estado até apresentam uma evolução posiutiva. O défice registado em Outubro foi de 4.817 milhões de euros, o que representa uma diminuição de 1.200 milhões de euros face ao mesmo período do ano passado.

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC