sicnot

Perfil

Economia

Rússia suspende fornecimento de gás à Ucrânia por falta de pagamento

A petrolífera estatal russa Gazprom anunciou hoje que suspendeu o fornecimento de gás à Ucrânia depois de Kiev ter falhado um novo pré-pagamento para obter mais entregas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Gleb Garanich / Reuters

Em comunicado, o chefe da Gazprom, Alexei Miller, revelou que, até às 07:00 (hora em Lisboa), a ucraniana Naftogaz consumiu todo o gás pelo qual tinha pagado e que "não foi efetuado nenhum novo pré-pagamento", acrescentando que a recusa de Kiev em comprar gás russo acarreta "sérios riscos" ao seu transporte para a Europa.

Depois de uma suspensão em julho, a petrolífera russa retomou o fornecimento de gás à Ucrânia a 12 de outubro passado, na sequência de um pré-pagamento por parte da Ucrânia, duas semanas depois de um acordo feito entre a Rússia e a Ucrânia, mediado pela União Europeia.

A Ucrânia transporta cerca de 15% do gás consumido por vários países da União Europeia.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC