sicnot

Perfil

Economia

Lloyds Bank vai eliminar 945 postos de trabalho no Reino Unido

O Lloyds Banking Group, liderado pelo gestor português António Horta Osório, vai reduzir o seu quadro de pessoal em 945 trabalhadores no Reino Unido, anunciou hoje em comunicado o banco britânico.

(Arquivo)

(Arquivo)

Matt Dunham / AP

Estes cortes fazem parte do plano de eliminação de cerca de 9.000 postos de trabalho até 2017, que foi anunciado no ano passado, e vão afetar a rede de agências, a divisão de crédito ao consumo, de gestão do risco e de recursos humanos.

"O Lloyds Banking Group está comprometido em levar a cabo estas mudanças de uma forma cuidadosa e sensível", garantiu a entidade.

Ao longo dos últimos anos, Horta Osório tem vindo a cortar os custos de um dos principais bancos do Reino Unido, através da redução da rede de agências e da venda de ativos, de forma a ajudar a impulsionar a rentabilidade da instituição e voltar a distribuir dividendos aos acionistas, enquanto o Governo britânico vende a sua participação no banco.

Outras instituições financeiras britânicas, como o Royal Bank of Scotland, também estão a reduzir o número de agências de forma a acompanhar a cada vez maior utilização dos serviços oferecidos pelos canais 'online' dos bancos por parte dos clientes.

Lusa

  • Momentos da história de João Ricardo
    10:37
  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • Cuidados a ter na Black Friday
    1:43
  • As salas do Vodafone Mexefest
    2:31