sicnot

Perfil

Economia

Confiança dos consumidores diminui "expressivamente" em novembro

O indicador de confiança dos consumidores diminuiu "expressivamente" em novembro, depois de ter estabilizado no valor mais elevado desde abril de 2001 e o clima económico voltou também a agravar-se, segundo dados hoje divulgados pelo INE.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, o indicador de confiança dos consumidores (calculado através de inquéritos a particulares) piorou em novembro, alcançando os -13,7 pontos (-11,2 pontos observados em outubro) e invertendo a tendência ascendente observada desde o início de 2013.

O indicador de clima económico (calculado através de inquéritos a empresas de vários setores de atividade), por sua vez, voltou a agravar-se em novembro para os 0,9 pontos (dos 1,2 pontos observados em outubro e depois de dois meses de estabilização).

"No mês de referência, o indicador de confiança diminuiu em todos os setores, Indústria Transformadora, Comércio, Construção e Obras Públicas e Serviços, de forma significativa nos últimos dois casos", sinaliza o INE.

Os indicadores de confiança do INE são calculados através de médias móveis de três meses dos saldos de respostas extremas a inquéritos. Um número negativo significa que houve mais respostas pessimistas do que otimistas.

A Comissão Europeia divulgou também hoje que o indicador de sentimento económico estagnou na zona euro em novembro e recuou na União Europeia (UE) e em Portugal.

Segundo dados da Direção-Geral de Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, o sentimento económico manteve-se estável na zona euro nos 106,1 pontos em novembro, face a outubro, e recuou 0,1 pontos na UE para os 107,6.

Em Portugal, o indicador contraiu 1,7 pontos em novembro, para os 103,6.

O indicador de sentimento económico calculado pelo gabinete de estatísticas da Comissão Europeia mede a confiança e as expectativas dos consumidores e empresas quanto à economia.

O INE e a Comissão Europeia usam metodologias diferentes para calcular os seus indicadores.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.