sicnot

Perfil

Economia

Cerca de 80 mil portugueses a trabalhar na construção em Angola com salários em atraso

Há cerca de 80 mil portugueses a trabalhar no setor da construção civil em Angola com salários em atraso. Cerca de 40% dos 200 mil trabalhadores têm entre 2 a 6 meses de ordenado por receber.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mike Hutchings / Reuters

A denúncia é do presidente do Sindicato da Construção Civil. Albano Ribeiro diz ao Jornal de Notícias que há situações ainda piores do que Angola, como o caso do Gana e do Senegal.

Nestes dois países há cerca de mil trabalhadores portugueses, muitos deles foram completamente abandonados pelas empresas que os recrutaram.

O Sindicato da Construção Civil já pediu uma audiência ao novo secretário de Estado das Comunidades.

  • Descida do preço do petróleo traduz-se em alimentos mais caros em Angola

    Economia

    A descida dos preços do petróleo desde meados do ano passado fez com que Angola passasse a receber menos receitas, a maioria em dólares, o que originou um desequilíbrio financeiro com ramificações na economia real. As receitas do petróleo, em 2013, quando o petróleo ainda estava em alta, valeram mais de dois terços das receitas totais dos cofres angolanos, pelo que a ligação do dólar à economia do segundo maior produtor de petróleo africano é profunda, a que acresce o facto de a maioria dos bens e serviços consumidos no país ser importado, e pago maioritariamente na moeda norte-americana.

  • Angola assinala os 40 anos de independência
    2:52

    Mundo

    Angola assinala hoje os 40 anos de independência. Apesar de ser um país rico em recursos, graças aos diamantes e ao petróleo, é tem também o mais alto índice de mortalidade infantil, em todo o Mundo. Por estes dias o regime de Eduardo dos Santos enfrenta críticas ferozes da comunidade internacional, sobre a falta de liberdade de expressão.

  • A história de João Ricardo
    10:37
  • Cuidados a ter na Black Friday
    1:43

    Economia

    A Black Friday arranca oficialmente em Portugal esta sexta-feira com descontos que podem ir até aos 80%. A Deco avisa que nem todas são boas oportunidades e apela à atenção dos consumidores.

  • Parceiros sociais começam hoje debate sobre salário mínimo

    Economia

    Os parceiros sociais reúnem-se hoje com o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, para iniciarem a discussão sobre a atualização do salário mínimo para o próximo ano, com as centrais sindicais e confederações patronais a assumirem posições divergentes.Em cima da mesa estarão as propostas das centrais sindicais, com a CGTP a exigir 600 euros a partir de janeiro de 2018 e a UGT a reivindicar 585 euros como ponto de partida para a negociação.

  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • DGO divulga hoje execução orçamental até outubro

    Economia

    A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje a síntese da execução orçamental em contas públicas até outubro, sendo que, em contabilidade nacional, o Governo estima reduzir o défice para 1,4% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano.

  • "No fim, logo se vê" se foram quatro anos de uma legislatura perdida
    1:28

    País

    Pedro Passos Coelho acusa o Governo de perder uma legislatura. O presidente do PSD diz que "no fim, logo se vê" se foram ou não quatro anos de oportunidade perdida para o país. No último Conselho Nacional antes das eleições diretas do partido, Passos acusou o Executivo de perder o rumo e apontou os casos do Infarmed e do aumento do preço da água como exemplos de desorientação.

  • Marcelo apoia novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil
    0:44

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa considera o novo Mecanismo de Proteção Civil uma ideia muito boa, que tem todo o apoio do Governo e do Presidente da República. Marcelo apenas lamenta que o modelo não existisse durante os incêndios deste ano.

  • Pense bem antes de beijar um colega

    Mundo

    O tribunal da província espanhola de Huesca aceitou o pedido de indemnização de uma mulher que foi vítima de assédio sexual por parte de um colega de trabalho. A mulher terá pedido boleia ao colega que, dentro do carro, lhe passou a mão pelas pernas, mas não ficou por aí.

    SIC