sicnot

Perfil

Economia

Nobel da Economia defende aumento de impostos para empresas

O Nobel da Economia Joseph Stiglitz defendeu esta terça-feira o aumento de impostos de forma progressiva e para as empresas portuguesas que não investem no país e considerou que há uma "esperança considerável" no novo Governo.

Joseph Stiglitz, que venceu o Nobel da Economia em 2001, já tinha sugerido que os impostos sobre as empresas podem ser reduzidos para empresas que investissem no país e aumentados para empresas que não o fizessem. (Arquivo)

Joseph Stiglitz, que venceu o Nobel da Economia em 2001, já tinha sugerido que os impostos sobre as empresas podem ser reduzidos para empresas que investissem no país e aumentados para empresas que não o fizessem. (Arquivo)

© Victor Ruiz Garcia / Reuters

"Acho que há uma esperança considerável no novo Governo. Acredito que o novo Governo está a tentar descobrir como promover o crescimento económico com os constrangimentos da zona euro", disse Joseph Stiglitz aos jornalistas após a conferência 'Desigualdade num Mundo Globalizado', que decorreu ao final da tarde na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

O economista norte-americano considerou que Portugal deve "focar-se na estratégia de crescimento económico", defendendo que deve ser baseada, em parte, "num aumento de impostos que não magoe a economia".

"Acho que há margem para aumentar impostos de uma forma progressiva. Ou seja, sem magoar os mais pobres, que foi o que aconteceu no passado", considerou o professor universitário.

Joseph Stiglitz, que venceu o Nobel da Economia em 2001, já tinha sugerido, durante a conferência, que os impostos sobre as empresas podem ser reduzidos para empresas que investissem no país e aumentados para empresas que não o fizessem.

Lembrando que alguns países avançaram com a redução dos impostos sobre as empresas durante o período de austeridade, como Portugal, o professor universitário disse que "não há provas de que leve a mais investimento".

Admitindo que "ninguém gosta de impostos", o Nobel da Economia disse que eles são importantes para "investir em pessoas, infraestruturas e tecnologias, o que cria oportunidades para um crescimento económico de longo prazo".

O anterior Governo PSD/CDS-PP aprovou uma reforma do Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas (IRC) que reduziu a taxa nominal deste imposto para 21% este ano e pretendia reduzi-la para 17% até 2019.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Coreia do Norte acusa Trump de declarar guerra

    Mundo

    A Coreia do Norte acusou hoje o Presidente norte-americano de ter "declarado a guerra". O chefe da diplomacia norte-coreana ameaçou abater todo e qualquer bombardeiro dos EUA que se aproxime do território.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • "Bispo vermelho"

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.