sicnot

Perfil

Economia

EUA negam que Turquia compre petróleo ao Daesh

O Departamento de Estados dos Estados Unidos negou esta quarta-feira que a Turquia esteja a comprar petróleo ao grupo extremista Estado Islâmico, como afirma a Rússia, acusou Moscovo de estar a apoiar o regime sírio de Bashar al-Assad.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Tom Mihalek / Reuters

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner, reagia ao gráficos e imagens de satélite difundidas pelo Ministério da Defesa russo e supostamente documentam o trânsito de camiões carregados com petróleo pela fronteira sírio-turca.

"Não estou a dizer que o tráfico de petróleo do Estado Islâmico seja um problema. O que estou a dizer é que não há cumplicidade do Governo da Turquia para comprar petróleo ao grupo extremista Estado Islâmico", disse.

Mark Toner disse que a fronteira sírio-turca "é difícil", há contrabando de petróleo há décadas e, agora, o grupo Estado Islâmico está a utilizá-lo para o vender a camionistas e traficantes que se encarregam de o distribuir na região.

"Não é o grupo extremista Estado Islâmico 'per si' que está a passar o petróleo pela fronteira", defendeu Toner, que assegurou que a qualidade do crude é "pobre" e pouco "atrativa" para os turcos.

O porta-voz do Departamento de Estado reiterou que a Turquia é um "importante aliado" dos Estados Unidos.

A Turquia participa na coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, contra o grupo extremista Estado Islâmico.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.