sicnot

Perfil

Economia

EUA negam que Turquia compre petróleo ao Daesh

O Departamento de Estados dos Estados Unidos negou esta quarta-feira que a Turquia esteja a comprar petróleo ao grupo extremista Estado Islâmico, como afirma a Rússia, acusou Moscovo de estar a apoiar o regime sírio de Bashar al-Assad.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Tom Mihalek / Reuters

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner, reagia ao gráficos e imagens de satélite difundidas pelo Ministério da Defesa russo e supostamente documentam o trânsito de camiões carregados com petróleo pela fronteira sírio-turca.

"Não estou a dizer que o tráfico de petróleo do Estado Islâmico seja um problema. O que estou a dizer é que não há cumplicidade do Governo da Turquia para comprar petróleo ao grupo extremista Estado Islâmico", disse.

Mark Toner disse que a fronteira sírio-turca "é difícil", há contrabando de petróleo há décadas e, agora, o grupo Estado Islâmico está a utilizá-lo para o vender a camionistas e traficantes que se encarregam de o distribuir na região.

"Não é o grupo extremista Estado Islâmico 'per si' que está a passar o petróleo pela fronteira", defendeu Toner, que assegurou que a qualidade do crude é "pobre" e pouco "atrativa" para os turcos.

O porta-voz do Departamento de Estado reiterou que a Turquia é um "importante aliado" dos Estados Unidos.

A Turquia participa na coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, contra o grupo extremista Estado Islâmico.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.