sicnot

Perfil

Economia

PS considera que garantia de Passos sobre défice em 2015 não oferece segurança

O presidente do PS advertiu hoje que as garantias do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho sobre um défice abaixo de 3% não oferecem qualquer segurança, frisando no entanto que o Governo tudo fará para atingir essa meta.

(arquivo)

(arquivo)

MIGUEL A. LOPES

Carlos César, também líder parlamentar socialista, falava à entrada para a Comissão Nacional do PS, depois de confrontado com a posição do presidente do PSD, segundo a qual Portugal, se mantiver até ao fim do ano o esforço de consolidação orçamental, pode terminar 2015 com um défice ligeiramente abaixo dos 3%.

"As palavras de Pedro Passos Coelho não são um fator de grande segurança, porque, como se sabe, o ex-primeiro-ministro prometeu e comprometeu-se com inúmeras metas e raramente as cumpriu. O que agora releva é que o Governo que entrou em funções fará tudo o que for possível para que nos vinte e poucos dias que restam [até ao fim do ano] não sejam comprometidos os objetivos de saída de Portugal do procedimento por défice excessivo [instaurado pela União Europeia]", reagiu o presidente do PS.

O ex-presidente do Governo Regional dos Açores considerou depois "fundamental para qualquer Governo esse objetivo" de retirar Portugal do procedimento por défice excessivo, "porque os constrangimentos deixam de existir e tal é importante para a liberdade governativa".

"Portanto, o nosso empenhamento é grande nesse domínio. O problema é a grande interrogação que se coloca sempre que Pedro Passos Coelho diz alguma coisa, pois nunca sabemos se é mesmo aquilo ou o seu contrário e o seu passado não abona muito", disse, numa nova crítica dirigida ao líder do anterior executivo.

Questionado se a hipótese de Portugal terminar com um défice inferior a três por cento está ainda em alguma medida dependente da ação do atual executivo socialista, Carlos César respondeu: "As contas que existem são as que permitem que o ministro das Finanças [Mário Centeno] tenha já afirmado que esse objetivo pode ser alcançado e fará tudo para que seja alcançado".

"São essas as declarações que temos por certas. O que é certo também é que não é seguramente este Governo, na sua ação durante vinte e poucos dias, que vai evitar que se cumpra esse objetivo, que é um objetivo nacional", acrescentou.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC