sicnot

Perfil

Economia

Bancos portugueses reduzem financiamento junto do BCE

Os bancos portugueses reduziram o financiamento junto do Banco Central Europeu (BCE) para os 23.235,38 milhões de euros em novembro, menos 524 milhões de euros face ao mês anterior, divulgou hoje o Banco de Portugal.

© Ralph Orlowski / Reuters

De acordo com os números hoje divulgados pelo banco central, em novembro a exposição da banca portuguesa ao financiamento do BCE era de 23.235,38 milhões de euros, menos 2,2% do que o registado em outubro, altura em que a exposição foi de 23.759,38 milhões de euros.

Em relação ao mesmo mês de 2014, verificou-se uma redução do financiamento da banca portuguesa junto do BCE de 10.742,1 milhões de euros (uma diminuição de 31,6%), já que em novembro do ano passado os bancos portugueses tinham recorrido a 33.977,48 milhões de euros.

Desde o início deste ano, a exposição do setor bancário ao BCE reduziu-se em 7.955,46 milhões de euros (ou 25,5%), já que no fim de dezembro o financiamento era de 31.190,84 milhões de euros.

Em abril de 2010, a banca portuguesa tinha uma exposição à cedência de liquidez do BCE de cerca de 17.700 milhões de euros, um valor que disparou no mês seguinte para cerca de 35.800 milhões de euros, altura em que Atenas assinou com os credores internacionais o primeiro acordo para o resgate internacional à Grécia.

Desde essa altura, o valor máximo foi atingido junho de 2012, quando os empréstimos chegaram a um valor recorde de cerca de 60.500 milhões de euros.

Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.