sicnot

Perfil

Economia

Tráfego de internet móvel sobe 35,7% no 3º trimestre

O tráfego de Internet móvel aumentou 35,7% no terceiro trimestre deste ano, sobretudo impulsionado pelo aumento de 55% do tráfego de dados nos smartphones, divulgou hoje a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

© Thomas Mukoya / Reuters (Arquivo)

Já o tráfego gerado pelas placas/modem subiu 26,9%, assim como o número de utilizadores que efetivamente utilizaram Internet em banda larga móvel subiu 4,1% face ao trimestre anterior e 22,6% em termos homólogos, ao chegar aos 5,5 milhões.

"A evolução da banda larga móvel tem sido impulsionada, sobretudo, pelo aumento do número de utilizadores de smartphones [telefones inteligentes], que neste trimestre já representavam 64,2% do total de utilizadores de telemóvel (um crescimento homólogo de 14,5 pontos percentuais)", lê-se no comunicado do regulador.

A MEO lidera a quota de clientes ativos de banda larga, com 43%, seguindo-se a Vodafone e a NOS com 29,2% e 27,5%, respetivamente, o que representa em termos homólogos uma queda de 4,8 pontos percentuais para a MEO e uma subida de 3,9 e 0,9 pontos percentuais para os restantes.

A liderar no tráfego destaca-se de novo a MEO, com 34,7%, a única a aumentar a sua quota no trimestre, seguida pela NOS, com 33,5%, e Vodafone, com 31,8%.

No total, o tráfego de acesso à Internet em banda larga (fixa e móvel) aumentou 10,1%, sobretudo devido ao aumento de 9,1% do tráfego de banda larga fixa, que representa 95,2% do total.

O número de acessos de banda larga fixa também aumentou, mais de 11% em termos homólogos, atingindo os 3,07 milhões no final de setembro.

Para tal, contribuiu o crescimento da fibra ótica, de 7,1% no trimestre e 34,2% em termos homólogos, representando 25,2% do total de acessos.

A quota de acessos fixos da MEO atingiu os 45%, seguindo-se o Grupo NOS com uma quota de 36% e a Vodafone com 14% e no tráfego de banda larga fixa, o primeiro tem uma quota de 44,2%, a NOS 41,4% e a Vodafone 8,1%.

As receitas provenientes do serviço de acesso à Internet fixo 'stand-alone' e de pacotes de serviços que incluem este serviço totalizaram, nos primeiros nove meses de 2015, cerca de 1.118 milhões de euros.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47