sicnot

Perfil

Economia

Estudo revela que dinheiro lidera "top" dos presentes mais apetecíveis no Natal

O dinheiro lidera o "top" dos presentes mais apetecíveis para o Natal em Portugal desde 2012, seguindo-se os livros e roupas/sapatos, de acordo com um estudo divulgado hoje pela Deloitte.

© Leonhard Foeger / Reuters

Viagens, equipamentos eletrónicos como "tablets", computadores e "smartphones" [telefones inteligentes], ocupam as posições seguintes no "top 10 Portugal", no qual ainda constam produtos de cosmética/perfumes, chocolates e joias ou relógios.

Apesar de o dinheiro ser o presente mais desejado, quer por homens, quer por mulheres, estas ainda assim representam uma percentagem mais significativa, de 66% contra 47%.

Nas gerações mais novas, entre os 18 e os 24 anos, o dinheiro mantém-se igualmente como o presente preferido, mas a sua importância tem vindo a diminuir, de 71% em 2013, para 65% em 2014 e 64% em 2015.

Por outro lado, enquanto na faixa etária entre os 35-44 anos, os livros perdem a liderança também para o dinheiro, no grupo etário dos 45-54 são os livros que ocupam o topo das preferências, destronando o dinheiro.

Depois de uma queda significativa nas preferências das gerações mais velhas, o dinheiro voltou ao 'top 3', mas ainda assim são os livros e as viagens que mais conquistam.

Apesar do dinheiro ser preferido por todos os grupos de rendimentos, a verdade é que a percentagem é superior entre aqueles que menos recebem.

No que diz respeito a brinquedos para crianças, o estudo revela que os portugueses são entre os europeus aqueles que mais presentes educativos ofereceram nos dois últimos anos (70% versus 54%).

Os portugueses revelaram-se também mais cautelosos no uso do crédito, com apenas 3% a desejar consumir mais através do crédito, contra 58% que querem diminuir essa utilização.

O documento mostra que os portugueses continuam a cortar no orçamento para o Natal, que este ano fica pelos 315 euros por lar, sendo quase metade gasto em presentes, sobretudo para as crianças.

A diminuição do rendimento disponível (depois de impostos) é o principal motivo apontado por metade dos portugueses inquiridos para reduzirem as despesas no próximo Natal.

O estudo do Natal 2015 da Deloitte foi realizado em 14 países (Reino Unido, França, Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Alemanha, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Polónia, Rússia, Eslovénia, África do Sul), tendo sido inquiridas 14.065 pessoas.

Em Portugal, foram inquiridas 761 pessoas durante o período de 28 de setembro a 05 de outubro.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.