sicnot

Perfil

Economia

Exportações aumentam 0,3% e importações caem 1,2% de agosto a outubro

As exportações aumentaram 0,3% e as importações diminuíram 1,2% no trimestre terminado em outubro, face ao período homólogo, tendo o défice comercial recuado para 2.737,6 milhões de euros e a taxa de cobertura subido para 81,4%, divulga hoje o INE.

SIC

Relativamente ao período homólogo, o défice da balança comercial diminuiu 209 milhões de euros, enquanto a taxa de cobertura aumentou 1,2 pontos percentuais.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), em termos das variações homólogas mensais no mês de outubro as exportações de bens diminuíram 2,5% e as importações de bens recuaram 3,9% face ao mês homólogo (+1,6% e -0,6% em setembro de 2015, respetivamente), sendo que, excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações diminuíram 0,6% e as importações aumentaram 1,2% (respetivamente +3,3% e +6,6% em setembro de 2015).

Já no acumulado dos três primeiros trimestres de 2015 continuou a evidenciar-se "uma elevada exposição" das empresas exportadoras face a alguns dos principais mercados extra-UE, salientando-se Angola, que foi o destino exclusivo das exportações de mais de metade do número das empresas que exportaram para aquele país .

Em outubro, a quebra de 2,5% das exportações é atribuída à evolução do comércio extra-UE (principalmente nas máquinas e aparelhos, combustíveis minerais e produtos alimentares), dado que as exportações intra-UE aumentaram.

Quanto às importações, diminuíram 3,9%, sobretudo devido ao comércio extra-UE (em especial nos combustíveis minerais).

No que se refere às variações face ao mês anterior, em outubro de 2015 as exportações aumentaram 9,1%, em resultado tanto da evolução do comércio extracomunitário como do intracomunitário e devido aos acréscimos verificados na generalidade dos grupos de produtos, sobretudo nos produtos agrícolas, máquinas e aparelhos e vestuário.

Já as importações aumentaram 1,6% devido ao comércio intra-UE (em especial nos veículos e outro material de transporte, máquinas e aparelhos e produtos agrícolas), dado que no comércio extra-UE se registou uma diminuição.

Numa análise por grandes categorias económicas, no trimestre terminado em outubro o material de transporte e acessórios (+12,9%) foi a categoria que mais contribuiu para o aumento global registado nas exportações face ao período homólogo (agosto a outubro de 2014), enquanto na categoria combustíveis e lubrificantes verificou-se o maior decréscimo (-19,9%).

No que se refere às importações, apenas a categoria dos combustíveis e lubrificantes registou uma redução (-27,1%), enquanto o maior aumento se verificou no material de transporte e acessórios (+9,6%).

  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.