sicnot

Perfil

Economia

Poder de compra em Portugal sobe para 78,1% da média europeia

O poder de compra dos portugueses aumentou 0,8 pontos percentuais entre 2013 e 2014, para 78,1% da média da União Europeia (UE), mas Portugal mantém a posição relativa face aos restantes países da UE, divulgou hoje o INE.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), entre os 19 Estados-membros que integram a zona euro, Portugal ocupava, em 2014, a 14ª posição à frente da Eslováquia, Estónia, Lituânia, Grécia e da Letónia.

O Produto Interno Bruto (PIB) 'per capita' (PIBpc) expresso em Paridades de Poder em Portugal passou de 77,3% da média da União Europeia em 2013 para 78,1% em 2014, "refletindo uma redução do nível relativo de preços e o aumento do PIB 'per capita' em preços correntes (2,4%)".

Segundo o instituto, este aumento do PIB 'per capita' em 2014 deveu-se ao crescimento nominal do PIB (1,9%) e à diminuição da população (0,5%).

O INE destaca ainda o aumento do PIB 'per capita' na Lituânia em 5,3% em 2014, passando a ocupar uma posição relativa acima da Grécia (72,6%).

De acordo com o INE -- que se baseou em informação do Eurostat sobre preços de um cabaz comum de bens e serviços de 37 países europeus -- verifica-se que a dispersão do indicador de volume do PIBpc medido em Paridade do Poder de Compra nos 28 Estados-membros (EM) da UE "é muito significativa".

Assim, o Luxemburgo apresenta o maior índice de volume, sendo este mais de duas vezes e meia acima da média da UE28 e cerca de seis vezes maior do que o da Bulgária, que é o país da UE com o menor nível de riqueza 'per capita'.

No que respeita à despesa de consumo individual 'per capita' (DCIpc), considerado "um indicador mais apropriado para refletir o bem-estar das famílias", o INE diz existirem também "diferenças substanciais" entre os Estados-membros da UE, sendo aqui o posicionamento relativo de Portugal "um pouco melhor que o indicado pelo PIBpc".

"Entre 2013 e 2014, a evolução da DCIpc foi marginalmente superior à do PIBpc, tendo passado de 82% da média da UE para 82,9%", diz o INE.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57