sicnot

Perfil

Economia

Mercado automóvel cresce 13,5% na Europa em novembro

O mercado automóvel cresceu 13,7% em novembro na União Europeia, impulsionado pelos aumentos das matrículas em Espanha, Itália e França, anunciou hoje a Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA).

(Arquivo)

(Arquivo)

Depois de ter absorvido 1,08 milhões de viaturas no mês passado, o mercado automóvel europeu superou já em 11 meses o volume total de 2014, situado em 12,6 milhões de unidades.

O grupo Volkswagen continua entretanto a sofrer as consequências comerciais do escândalo da manipulação das emissões poluentes, tornado público em setembro e que provocou a demissão do seu presidente e levou a empresa a chamar à revisão um grande número de veículos.

Entre os países que mais contribuíram para o crescimento em novembro figuram a Espanha (mais 25,4%) e a Itália (mais 23,5%), ambos bastante afetados pela crise de 2008-2013.

A França, por sua vez, registou um aumento de 11,3%, enquanto a Alemanha, primeiro mercado da União Europeia em volume, observou um aumento de 8,9% viaturas nas estradas, em comparação com igual mês de 2014.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.