sicnot

Perfil

Economia

Mercado automóvel cresce 13,5% na Europa em novembro

O mercado automóvel cresceu 13,7% em novembro na União Europeia, impulsionado pelos aumentos das matrículas em Espanha, Itália e França, anunciou hoje a Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA).

(Arquivo)

(Arquivo)

Depois de ter absorvido 1,08 milhões de viaturas no mês passado, o mercado automóvel europeu superou já em 11 meses o volume total de 2014, situado em 12,6 milhões de unidades.

O grupo Volkswagen continua entretanto a sofrer as consequências comerciais do escândalo da manipulação das emissões poluentes, tornado público em setembro e que provocou a demissão do seu presidente e levou a empresa a chamar à revisão um grande número de veículos.

Entre os países que mais contribuíram para o crescimento em novembro figuram a Espanha (mais 25,4%) e a Itália (mais 23,5%), ambos bastante afetados pela crise de 2008-2013.

A França, por sua vez, registou um aumento de 11,3%, enquanto a Alemanha, primeiro mercado da União Europeia em volume, observou um aumento de 8,9% viaturas nas estradas, em comparação com igual mês de 2014.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.