sicnot

Perfil

Economia

Deco aconselha clientes da Netviagens a acionarem Fundo de Garantia de Viagens

A Deco aconselhou hoje os consumidores que compraram viagens à Netviagens, entretanto declarada insolvente, a acionarem o Fundo de Garantia de Viagens e Turismo (FGVT) para que possam ser reembolsados.

(SIC/ Arquivo)

(SIC/ Arquivo)

Os consumidores que tenham comprado uma viagem à Netviagens -- Agência de Viagens e Turismo, e a mesma não se tenha realizado ou não tenha sido cumprido o acordado, podem acionar o FGVT, através de requerimento dirigido ao Provedor do Cliente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) ou ao Turismo de Portugal, solicitando a intervenção da Comissão de Arbitral.

A Deco - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor informa que é necessário apresentar todos os documentos comprovativos "dos factos alegados", nomeadamente o comprovativo de pagamento.

O requerimento deve ser apresentado, caso não tenha sido acordado outro prazo superior, 30 dias após o termo da viagem, nos seguintes casos: cancelamento da viagem imputável à agência, data do conhecimento da impossibilidade da sua realização por facto imputável à agência e o encerramento do estabelecimento.

Uma vez ultrapassado o prazo para recorrer ao Provedor do Cliente da APAVT ou à Comissão Arbitral para acionar o FGVT, a única possibilidade de ser reembolsado dos montantes que lhe são devidos será reclamar o respetivo crédito no respetivo processo de insolvência da empresa, indica a Deco.

O prazo para reclamar o crédito no processo de insolvência termina a 27 de dezembro, 30 dias depois de ter sido publicada a sentença que declarou a insolvência da Netviagens.

Após o encerramento do prazo para a reclamação de créditos, as listas de créditos serão publicadas no portal Citius, do Ministério da Justiça.

O Tribunal da Comarca de Lisboa decretou a 25 de novembro a insolvência da primeira agência de viagens 'online' portuguesa, a Netviagens, que foi requerida pelo fornecedor Soliférias e publicada no portal judicial Citius.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.