sicnot

Perfil

Economia

Governo deve mais de 22 milhões ao ensino artístico

Governo deve mais de 22 milhões ao ensino artístico

O Ministério da Educação deve mais de 22 milhões de euros às escolas de ensino artístico, dinheiro que faz falta para pagar vários meses de salários em atraso aos professores.

  • Milhares de professores do ensino artístico continuam com salários em atraso
    2:35

    País

    Milhares de professores de centenas de escolas do ensino artístico têm salários em atraso. Estes estabelecimentos de ensino não receberam ainda financiamento do Estado e não pagam aos professores, algumas desde abril. A Fenprof exige uma solução nos próximos dias, caso contrário será entregue um pré-aviso de greve para todo o mês de janeiro.

  • Ensino artístico em protesto no dia internacional da música
    1:04

    País

    No dia internacional da música, pais, professores e alunos do ensino artístico especializado voltam aos protestos por causa do financiamento. Esta tarde há várias manifestações marcadas em Lagos, Évora ou Castelo Branco porque, apesar de as aulas já terem começado, não se sabe quando e de que forma será distribuída a verba deste ano.

  • Mais 4 milhões de euros para o ensino artístico
    1:36

    Regresso às aulas

    O Ministério da Educação anunciou hoje que vai atribuir mais de 4 milhões de euros às escolas particulares de ensino artístico especializado. O ministro Nuno Crato admite que este acréscimo vai corrigir alguns cortes no financiamento do ensino artístico em algumas regiões do país. Cortes que podeiram levar à exclusão de alunos já inscritos.

  • Protesto contra cortes no ensino artístico
    2:01

    País

    Professores, pais e alunos juntaram-se esta manhã para protestar contra os cortes no ensino artistico. O ministério da educação garante que a verba de 55 milhões é semelhante ao ano passado, mas os directores das escolas falam em reduções que obrigam a retirar crianças das turmas e a despedir os professores.

  • Ministério da Educação reduz financiamento do ensino artístico
    2:14

    País

    A poucos dias do início do ano letivo, os cortes nos contratos de patrocínio definidos entre as escolas e o Ministério da Educação deixaram surpreendidos pais, alunos e escolas. O novo modelo de financiamento implica reduções entre 30 a 40%. Quem o diz é a associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo.

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • Cinco unidades fabris em Tondela destruídas pelas chamas
    3:06

    País

    As contas finais dos prejuízos na zona industrial de Tondela ainda não são definitivas, mas há cinco unidades fabris que foram atingidas pelas chamas. O aterro sanitário do Planalto Beirão foi também atingido pelo fogo que atravessou Tondela, onde ardeu o equivalente a 20 anos de resíduos orgânicos.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as várias as fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto por mostrar, de forma crua, as consequências das chamas. A foto é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.