sicnot

Perfil

Economia

Setor das pescas saúda limites de captura fixados em Bruxelas

Setor das pescas saúda limites de captura fixados em Bruxelas

Os representantes do sector da pesca estão satisfeitos com o acordo conseguido em Bruxelas. O presidente da Associação dos Armadores das Pescas Industriais considerou hoje que o acordo alcançado em Bruxelas sobre um aumento de 11,4% em 2016 das capturas em águas portuguesas "é uma vitória e uma janela de esperança".

  • Portugal obrigado a reduzir pesca de grande consumo
    1:51

    Economia

    Portugal vai ser obrigado a pescar menos peixes de grande consumo como o bacalhau, a pescada e o tamboril. Em compensação, pode pescar mais de outras espécies secundárias como o biqueirão e o lagostim. Estas quotas foram definidas esta madrugada, na reunião dos ministros das Pescas da União Europeia. A ministra Ana Paula Vitorino fala num bom resultado porque conseguiu evitar cortes mais drásticos e aumentar a quota total.

  • Quotas de pesca para biqueirão e verdinho aumentam
    3:28

    Economia

    Entre as espécies que Portugal poderá dedicar maior esforço de pesca estão o biqueirão e o verdinho, dois peixes praticamente desconhecidos da maioria dos consumidores. Foi preciso ir até ao Mercado de Olhão para os ver nas bancas e encontrar quem os conhecesse.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.