sicnot

Perfil

Economia

Soares da Costa avança para despedimento coletivo de 500 trabalhadores

A construtora Soares da Costa vai abrir um processo de despedimento coletivo de cerca de 500 funcionários, disse hoje a empresa numa carta à Comissão de Trabalhadores, justificando a decisão com a crise em Portugal e Angola.

Arquivo SIC

No documento a que a Lusa teve acesso, assinado pelo presidente executivo, Joaquim Fitas, são referidas as "repercussões nefastas" para a empresa da crise e a "estagnação do mercado de construção" em Portugal.

É igualmente referida a quebra de receitas em Angola, o principal mercado da Soares da Costa, "relacionada com a produção petrolífera", o que fez cair o investimento público e privado.

Neste contexto, a empresa considera que é "inevitável o redimensionamento e reestruturação".

Refere ainda a empresa de construção civil que, "mais do que a envolvente externa, é o histórico recente da empresa que a conduz a esta situação", salientando que tem acumulado prejuízos anuais superiores a 60 milhões de euros.

A Soares da Costa é controlada em 66,7% pela GAM Holdings, detida pelo empresário angolano António Mosquito, que entrou no capital da construtora no final de 2013, sendo os restantes 33,3% da SDC -- Investimentos (ex-Grupo Soares da Costa).

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.