sicnot

Perfil

Economia

Relatório do FMI admite erros nos programas de resgate incluindo de Portugal

O Fundo Monetário Mundial admite falhas nos próprios programas de resgate aos países em dificuldade como Portugal. Num relatório do próprio FMI, citado pelo Público de hoje, é assumido que alguns dos programas de ajustamento deveriam ter começado pela renegociação da dívida, em vez das reformas estruturais com efeitos, apenas no curto prazo.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Kim Kyung Hoon / Reuters

O FMI reconhece ainda expetativas irrealistas e sem base científica. Resultados: alguns países ficaram aquém dos resultados e deveria ter sido dado mais tempo para a consolidação das contas públicas dos países em dificuldade.

Em Portugal, por exemplo o FMI, admite que poderá ter sido um erro isentar o país de fazer uma reestruturação por causa do medo do contágio sistémico internacional.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.