sicnot

Perfil

Economia

Salário mínimo avança sem acordo entre Governo e parceiros sociais

O salário mínimo nacional (SMN) vai aumentar para os 530 euros em janeiro de 2016, apesar da ausência de um acordo entre o Governo e os parceiros sociais, garantiu o ministro do Trabalho, Vieira da Silva.

M\303\201RIO CRUZ

Na ausência de um acordo entre patrões, sindicatos e executivo, "o Governo irá fixar o SMN na próxima reunião do Conselho de Ministros e a 01 de janeiro haverá uma subida do SMN para os portugueses", assegurou Vieira da Silva.

O facto de não ter sido possível chegar a um acordo leva a que o Governo não possa estender para 2016 o desconto de 0,75 pontos percentuais da Taxa Social Única (TSU) das empresas, disse o ministro.

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.