sicnot

Perfil

Economia

Produtores e distribuidores reunidos para debater crise do leite e suinicultura

O gabinete de crise criado para debater soluções conjuntas entre produtores e distribuidores para os setores do leite e da suinicultura reuniu hoje pela primeira vez, sob mediação do ministro da Agricultura, Capoulas Santos.

Capoulas Santos, ministro da Agricultura.

Capoulas Santos, ministro da Agricultura.

Manuel Almeida

No final do encontro, o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Regional, Capoulas Santos, destacou que são dois setores "que atravessam grandes dificuldades, principalmente ao longo dos últimos meses, ou cerca de um ano no caso do leite, que se caracteriza por um baixo preço pago aos produtores, incluindo um custo abaixo do preço de produção, o que torna a atividade insustentável".

Neste sentido, o objetivo destes encontros, que hoje se iniciaram, será "trabalhar todas as variáveis da formação do preço ao longo da cadeia de valor, no sentido de que todos ganhem e que não haja uma desproporção entre os ganhos".

"Não faz sentido que ganhe mais quem está no ponto intermédio da cadeia, ou quem está no final a cadeia, em detrimento de quem está no princípio da cadeia", declarou Capoulas Santos.

No encontro, de acordo com o ministro, foram alcançados alguns compromissos.

"Por exemplo, a identificação clara da carne ou do leite com origem portuguesa. Os consumidores portugueses preferem sempre produtos portugueses. Muitas vezes, infelizmente, não podem adquiri-los, porque a identificação não existe ou está muito dissimulada. Portanto, houve um compromisso claro de todas as fileiras para que esse problema possa ser melhorado", destacou.

Os encontros entre produtores, transformadores e cadeias de distribuição final vão continuar e estão previstos também encontros bilaterais.

Além do ministério, fazem parte do gabinete de Crise dos Setores do Leite e da Suinicultura a Associação Nacional dos Industriais de Laticínios (ANIL), a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), a Associação Portuguesa dos Industriais de Carne (APIC), a Agricultores de Portugal (CAP), a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), a Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas (CONFAGRI) e a Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS).

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.