sicnot

Perfil

Economia

Parlamento recomenda recuo na subconcessão dos transportes de Lisboa e Porto

A Assembleia da República (AR) recomendou ao Governo que recue no processo de subconcessão das empresas de transporte público de Lisboa e do Porto lançado pelo Executivo de Passos Coelho, segundo dois diplomas publicados esta segunda-feira no Diário da República.

(Arquivo)

(Arquivo)

No documento respeitante a Lisboa, pode ler-se que a AR "recomenda ao Governo a anulação da subconcessão dos sistemas de transporte" da Carris e do metro.

Nesse sentido, sugere que o Governo "proceda às medidas necessárias com vista à urgente anulação do processo de subconcessão do serviço público de transporte coletivo prestado" por essas empresas e que "promova as medidas necessárias ao restabelecimento das condições legais existentes previamente ao processo de subconcessão".

Para o Porto, a AR recomenda a "revogação e a reversão das subconcessões dos sistemas de transporte da Metro do Porto e da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP)".

Tal como para Lisboa, sugere que se "proceda às medidas necessárias com vista à urgente anulação do processo de subconcessão do serviço público de transporte coletivo" e que se promovam "as medidas necessárias ao restabelecimento das condições legais existentes previamente ao processo de subconcessão".

A subconcessão das empresas públicas de transporte foi lançada pelo Governo de Passos Coelho (PSD/CDS-PP), que atribuiu à espanhola Avanza a exploração da Carris e do metro de Lisboa, à britânica National Express, que detém a espanhola Alsa, a STCP e à francesa Transdev o Metro do Porto.

No entanto, nove dias depois de ter entrado em funções, o Executivo de António Costa (PS) suspendeu "com efeitos imediatos", o processo.

No parlamento, foram entretanto aprovados dez projetos de lei e de resolução apresentados pelo PS, PCP, BE e Os Verdes para o cancelamento e reversão dos processos de subconcessão dos transportes públicos de Lisboa e do Porto.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.