sicnot

Perfil

Economia

Valor das compras por Multibanco sobe 7,3%

As compras realizadas nos terminais de pagamento automático da rede Multibanco entre 23 de novembro e 27 de dezembro ascenderam a 3.712 milhões de euros, mais 7,3% que em igual período de 2014, anunciou hoje a SIBS.

(SIC/Arquivo)

(SIC/Arquivo)

De acordo com a gestora da rede Multibanco, entre 23 de novembro e 27 de dezembro, foram efetuadas 93,4 milhões de compras através dos terminais de pagamento automático (TPA), um aumento de 11,7% face ao período homólogo do ano passado.

Em compras, o valor médio dos pagamentos em lojas foi de 40 euros, uma quebra de 3,9% face a um ano antes.

No período em análise foram registados 45,5 milhões de levantamentos (-0,6%) nas caixas automáticas da rede Multibanco, no montante de 2.803 milhões de euros (+1,4%), que em período homólogo.

O valor médio levantado por dia foi de 67 euros, mais 2% que um ano antes.

"Nesta semana, e em comparação com o ano anterior, registou-se um aumento global (levantamentos e compras) dos volumes processados na rede Multibanco de 7,6% no número de operações e de 4,7% no montante transacionado", adianta a SIBS nas suas estatísticas.

O 23 de dezembro deste ano é, até agora, "o dia com mais operações efetuadas na rede Multibanco", refere a gestora, que salienta que nessa data "foram registadas seis milhões de operações na rede, o que representou um crescimento de 6,3% face ao mesmo dia de 2014".

Além disso, foi também ultrapassado "em cerca de 3%" o valor registado no ano passado.

"Pelas 13:00 de dia 24 de dezembro de 2015 registou-se na rede Multibanco (caixas automáticas e terminais de pagamento) um pico de 220 transações por segundo, com um tempo de resposta médio de 0,18 segundos nos levantamentos e 0,20 segundos nas compras", aponta a SIBS.

Lusa

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16