sicnot

Perfil

Economia

Kwanza caiu para o valor mais baixo desde os atentados de 11 de setembro

O kwanza caiu para o valor mais baixo desde setembro de 2001, desvalorizando 15% para 158,7 kwanzas por dólar, que acresce à quebra de 24% em 2015, de acordo com a contabilização da Bloomberg.

De acordo com esta agência de notícias financeira, a moeda nacional angolana caiu 15% no primeiro dia útil deste ano, somando à queda de 24% registada durante o ano passado, uma tendência que já dura há oito anos.

Na semana passada, o kwanza vendeu-se a uma taxa média de 156,3, o que compara com os 135,9 na semana anterior, segundo disse o Banco Nacional de Angola no final de dezembro, e representa "a maior desvalorização desde que as autoridades monetárias começaram a cortar o câmbio em vários momentos durante 2015, que [a consultora] Grupo Eurasia estima ter representado 25% antes da última redução", diz a Bloomberg.

De acordo com a interpretação da Bloomberg, o banco central está a tentar esbater a diferença entre a taxa oficial de câmbio e a variação no 'mercado negro', no qual um dólar pode valer 270 ou 280 dólares, cerca do dobro da taxa oficial.

Em novembro, o banco central começou a limitar o acesso aos dólares, restringindo o montante que disponibilizava aos bancos comerciais, em resultado da descida de mais de 65% no preço do petróleo desde junho de 2014, o que reduziu drasticamente a disponibilidade da moeda norte-americana.

A limitação imposta pelo banco central, que na prática decide quais os setores que mais precisam de dólares, deixou as empresas à mercê da discricionariedade das autoridades, disse o presidente da Associação Industrial de Angola, José Severino, em declarações à Bloomberg, em dezembro.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.