sicnot

Perfil

Economia

Vendas de automóveis subiram 24% em 2015

As vendas de automóveis em Portugal aumentaram 24% em 2015, face a 2014, com um total de 213.645 veículos vendidos, 16.900 dos quais da marca Volkswagen, que foi a segunda que mais vendeu, informou hoje a associação do setor.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

Apesar do escândalo em que está envolvida, a Volkswagen foi a segunda marca a vender mais automóveis ligeiros de passageiros no ano passado, com um total de 16.900 unidades vendidas, o que corresponde a um crescimento de 21,8% nas suas vendas relativamente a 2014.

A Renault foi a marca que mais automóveis ligeiros de passageiros vendeu, com um total de 20.447 unidade comercializadas entre janeiro e dezembro do ano passado, o que representa um aumento de 25,3% face aos 16.319 automóveis vendidos em 2014.

A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) salientou hoje em comunicado que, apesar do aumento de vendas verificado em 2015, o volume de vendas do ano que terminou continua 11% abaixo da média dos últimos 15 anos.

De acordo com um comunicado da ACAP, em dezembro de 2015 foram vendidos 17.283 veículos, mais 7,7% do que no mesmo mês de 2014.

O mercado de veículos ligeiros (ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros) teve um crescimento de 7,8% em dezembro, com 16.852 veículos desta categoria vendidos.

Ao longo do ano de 2015 foram vendidos 209.352 veículos ligeiros, o que corresponde a um aumento de 23,9%.

Foram vendidos em Portugal 13.126 automóveis ligeiros de passageiros em dezembro, mais 10,3% do que no mês homólogo do ano anterior.

Ao longo de 2015 as vendas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 178.496 unidades, o que se traduziu num aumento de 25% relativamente a 2014.

Em dezembro foram vendidos 3.726 veículos comerciais ligeiros, o que representou um crescimento de 0,1%.

Entre janeiro e dezembro foram vendidos 30.856 veículos desta tipologia, o que representou um aumento de 17,9% face ao ano anterior.

No mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, verificou-se um acréscimo de 0,9% em dezembro, tendo sido comercializados 431 veículos desta categoria.

Ao longo do ano foram vendidos 4.293 veículos pesados, o que corresponde a um acréscimo de 27,6% relativamente a 2014.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.