sicnot

Perfil

Economia

Greve de comboios na Bélgica vai afetar ligações ferroviárias de mais quatro países

A greve de comboios na Bélgica que começa esta noite vai afetar as ligações ferroviárias de mais quatro países. Além das perturbações nos caminhos de ferro belgas, foi cancelada a maioria das ligações de comboios de alta velocidade para França, Alemanha, Holanda e Reino Unido.

Os sindicatos estão contra as reformas que o Governo belga quer implementar na empresa ferroviária do Estado e que inclui um corte de 20% do orçamento para os próximos cinco anos. A greve começa às 22:00, menos uma hora em Lisboa, e vai durar dois dias.

Caso não haja, entretanto, um acordo, está já marcada uma nova paralisação para entre os dias 21 e 23 deste mês.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08