sicnot

Perfil

Economia

Termina hoje o prazo para trabalhadores do privado rejeitarem duodécimos

O regime, que vem do anterior governo, de Pedro Passos Coelho, foi estendido pelo executivo de António Costa e anunciado há duas semanas pelo ministro Vieira da Silva.

Reuters

Reuters

© Tobias Schwarz / Reuters

Assim e pelo regime anterior, os trabalhadores têm cinco dias a contar da data da entrada em vigor da lei para rejeitar o regime que prevê o pagamento de metade dos subsídios de férias e no Natal em duodécimos, ao longo do ano.

  • Derrocada em São Pedro de Moel coloca habitações em risco
    2:13