sicnot

Perfil

Economia

Bancos vão passar a contribuir mais para Fundo de Resolução

O Banco de Portugal aumentou a taxa da contribuição com que os bancos financiam o Fundo de Resolução bancário, aumentando o valor que as instituições vão pagar este ano para este fundo que interveio nas resoluções do BES e Banif.

Lusa

Lusa

Tiago Petinga

O aumento consta da instrução do Banco de Portugal divulgada a 29 de dezembro e que entrou em vigor a 01 de janeiro, passando a taxa base das contribuições para o Fundo de Resolução a ser de 0,02%, acima dos 0,015% anteriormente cobrados.

As contribuições servem para financiar o Fundo de Resolução para que este possa dar "cumprimento de obrigações assumidas", refere o Banco de Portugal no texto da Instrução.

O Fundo de Resolução interveio nos resgates ao BES e ao Banif. Foi este Fundo que capitalizou o Novo Banco com 4.900 milhões de euros e que tem na sua alçada a Naviget, a sociedade-veículo que ficou com ativos do Banif, pelo que este terá de continuar a ser financiado pelos bancos (através das contribuições periódicas mas também especiais, caso os recursos que detém não sejam suficientes) até estes processos estarem completamente concluídos.

Além de terem de contribuir para o Fundo de Resolução nacional, a partir deste ano, com a entrada em vigor do Mecanismo Único de Resolução, os bancos portugueses têm também de contribuir para o fundo de resolução único europeu, ainda não se conhecendo detalhes de como farão os pagamentos para esse 'cofre' europeu que servirá para acudir a instituições financeiras europeias em dificuldades.

Quanto às contribuições para o Fundo de Resolução português, essas têm de ser pagas em cada ano até ao último dia útil do mês de abril, sendo que a taxa base, de 0,02% este ano, é aplicada sobre os valores médios dos saldos mensais do passivo de cada banco, deduzido dos capitais próprios dos depósitos cobertos pelo Fundo de Garantia de Depósitos.

A taxa base aplicada - que pode ser no máximo de 0,07% - é decidida pelo Banco de Portugal ouvidos a Comissão Diretiva do Fundo de Resolução e Associação Portuguesa de Bancos.

O Fundo de Resolução português iniciou a sua atividade em 2012.

De acordo com o último Relatório e Contas, em 2014, as contribuições periódicas pagas ao Fundo de Resolução pelos bancos foram de 35,2 milhões de euros.

O Fundo tem ainda como receita os montantes da contribuição do setor bancário, que em 2014 foi de 160,1 milhões de euros.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.