sicnot

Perfil

Economia

Governo vai reunir-se de novo com os parceiros sociais

O Governo reúne-se esta quinta-feira de novo com os parceiros sociais. Um dos temas que deverá estar em cima da mesa é a reposição dos 25 dias úteis de férias.

A medida vai ser proposta pela UGT que defende um aumento em três dias para trabalhadores mais assíduos. A regra já exisitiu, mas foi abandonada em 2012 pelo Executivo de Pedro Passos Coelho.


Do lado dos patrões, a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal já veio dizer que está contra este aumento dos dias de férias. Todos os parceiros sociais vão levar à concertação uma espécie de lista de medidas prioritárias até ao final do ano.

Também a tentativa de acordo sobre o salário mínimo vai estar em cima da mesa, apesar de já ter entrado em vigor uma subida para 530 euros.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.