sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas aprova 195 milhões de euros para projetos de transportes em Portugal

A Comissão Europeia aprovou hoje o desembolso de 12,7 mil milhões de euros para projetos no âmbito Mecanismo Interligar a Europa (MEI), dos quais 195 milhões de euros serão afetos a 11 projetos em Portugal.

© Hugo Correia / Reuters

No total, Bruxelas disponibiliza 12,7 mil milhões de euros de cofinanciamento para 263 projetos de infraestruturas de transportes para 2014-2020, sendo que um montante de 11,3 mil milhões está reservado para os Estados-membros da União Europeia (UE) elegíveis para o Fundo de Coesão, como Portugal.

Os projetos selecionados foram anunciados em junho, tendo sido hoje assinadas as convenções de subvenção.

Em Portugal, segundo anunciou em junho o Governo, o cofinanciamento de 195 milhões de euros destina-se a projetos como o da via navegável do Douro, o financiamento da plataforma logística de Leixões, da plataforma multimodal do Porto de Lisboa e corredores ferroviários Sines - Caia e Leixões/Aveiro/Coimbra -- Vilar Formoso.

A promoção do uso de Gás Natural Liquefeito como combustível para os navios que escalam os portos portugueses é outro projeto eleito para financiamento.

Os projetos do MEI têm como objetivo tornar a mobilidade na UE mais rápida, mais segura e menos poluente e a decisão de financiamento proposta foi formalmente adotada pelo Comité do Mecanismo Interligar a Europa.

Lusa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13