sicnot

Perfil

Economia

Governo nomeia nova administração para Metro de Lisboa

Governo nomeia nova administração para Metro de Lisboa

O Governo quer envolver os municípios na gestão de transportes públicos. No final do conselho de ministros, o ministro do Ambiente anunciou a nova administração da Metro de Lisboa e avançou com o periodo de um mês para anulação das concessões e privatizações em curso dos transportes colctivos de Lisboa e Porto.

Tiago Lopes Farias vai ser o novo presidente do Conselho de Administração da Metro de Lisboa, segundo uma resolução aprovada hoje em Conselho de Ministros.

A nova administração conta ainda com os vogais Luís Barroso, António Pires, José Realinho de Matos e Maria Helena Campos.

A alteração deve-se à "mudança na orientação política" que prevê o reforço das competências nas autarquias na área dos transportes e a anulação das "concessões e privatizações" em curso dos transportes coletivos de Lisboa e Porto, adianta o comunicado do Conselho de Ministros.

A designação do Conselho de Ministros refere apenas o Metro de Lisboa, mas a nova administração é comum à rodoviária Carris e à Transtejo e Soflusa (transporte fluvial). Todas estas empresas estão atualmente agregadas na 'holding' Transportes de Lisboa.

Segundo o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, o Metro de Lisboa, a Carris e a Transtejo (que engloba a Soflusa) têm estatutos diferentes e só a primeira reclamava uma decisão envolvendo o Conselho de Ministros.

O governante disse ainda que espera concluir a reversão da subconcessão dos transportes de Lisboa e Porto dentro de um mês, adiantando que as empresas não deverão receber qualquer compensação.

O processo de subconcessão das empresas públicas de transporte de Lisboa e Porto foi lançado pelo Governo PSD/CDS-PP, constava do Plano Estratégico dos Transportes 2011-2015 e foi alvo de uma grande contestação por parte dos sindicatos, autarquias e partidos políticos.

No parlamento, foram apresentados 10 projetos de lei e de resolução apresentados pelo PS, PCP, BE e Os Verdes para o cancelamento e a reversão dos processos de subconcessão.

O Governo PSD/CDS-PP tinha atribuído a concessão das empresas em Lisboa ao grupo espanhol Avanza, o Metro do Porto à Transdev e a rodoviária STCP -- Sociedade de Transportes Coletivos do Porto à Alsa, do Grupo Nacional Express.

Os contratos aguardavam visto prévio do Tribunal de Contas para entrarem em vigor quando o Governo PS entrou em funções e decidiu suspender o processo de obtenção de visto prévio.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

    Em desenvolvimento

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lages
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twiiter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.