sicnot

Perfil

Economia

Portugal emite até 20.000 M€ em dívida de médio e longo prazo em 2016

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) espera emitir, em termos brutos, 18 a 20 mil milhões de euros em dívida de médio e longo prazo em 2016, "combinando sindicatos e leilões" e assegurando "no mínimo" um leilão de Obrigações do Tesouro (OT) por trimestre.

(Arquivo)

(Arquivo)

O IGCP divulgou hoje o programa de financiamento para este ano, em que indica que as necessidades de financiamento líquidas do Estado deverão situar-se "em cerca de sete mil milhões" de euros.

De acordo com o programa, a estratégia de financiamento do Estado em 2016 "centrar-se-á na emissão de títulos de dívida pública nos mercados financeiros em euros com realização regular de emissões de OT para promover a liquidez e um funcionamento eficiente dos mercados primário e secundário".

A entidade liderada por Cristina Casalinho prevê emissões brutas de Obrigações do Tesouro entre os 18 e os 20 mil milhões de euros, "combinando sindicatos e leilões, assegurando no mínimo um leilão por trimestre".

Os leilões terão a participação dos Operadores Especializados de Valores do Tesouro (OEVT) e Operadores de Mercado Primário (OMP).

Quanto ao retalho, o IGCP antecipa uma contribuição positiva de 1,7 mil milhões de euros através destes produtos destinados a captar a poupança das famílias, como os certificados de aforro e do tesouro.

Já quanto à dívida de curto prazo, o IGCP espera que "o financiamento líquido resultante da emissão de BT [Bilhetes do Tesouro] resultará num impacto nulo" e refere que "será mantida a estratégia de emissão ao longo de toda a curva, combinando prazos curtos com prazos longos".

A agência que gere a dívida pública portuguesa pretende manter a realização mensal de BT e indica que o montante indicativo dos leilões "continuará a ser anunciado ao mercado através de um intervalo", sendo que já divulgou o calendário previsto para o primeiro trimestre deste ano.

Assim, o IGCP prevê emitir entre 3.000 e 3.750 milhões de euros em BT entre janeiro e março, através de seis leilões de dívida entre os seis e os 12 meses.

A instituição de Cristina Casalinho refere que "a gestão do risco de refinanciamento implicará que as operações de financiamento a realizar evitarão a criação de excessivas concentrações temporais de amortizações, assim como a possibilidade de realização de operações de recompra de dívida, oportunamente anunciadas ao mercado".

Além disso, o IGCP salvaguarda que vai manter "flexibilidade para introduzir na execução deste programa os ajustamentos que se venham a revelar necessários face à evolução dos mercados e das necessidades de financiamento ao longo do ano".

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.