sicnot

Perfil

Economia

Suinicultores esperam hoje subida do preço da carne na bolsa do porco

Os suinicultores esperam que a primeira sessão do ano da bolsa do porco, que se realiza hoje no Montijo, seja "histórica" com o aumento do valor pago aos produtores pela carne de porco.

Ricardo Gra\303\247a

Segundo disse à Lusa João Correia, um dos promotores do movimento de suinicultores, esta bolsa pode ser "histórica para a subsistência da suinicultura portuguesa" com o aumento do preço pago aos produtores pela carne de porco.

O responsável espera que os preços fiquem ao nível dos praticados em Espanha, em que o quilo de carne de porco é vendido pelos produtores a cerca de 1,25 euros.

Em Portugal, o quilo da carne de suíno ronda os 1,05 euros, com os produtores a queixarem-se de que o custo de produção ascende a 1,50 euros.

A bolsa do porco que hoje se realiza no Montijo acontece às 19:00 (hora de Lisboa), sentando à mesa das cotações representantes das associações de suinicultores e dos industriais de carnes.

A Bolsa do Porco acontece todas as quintas-feiras no Montijo, a Sul de Lisboa, e determina o valor da carne de porco em Portugal por uma semana.

Desde início de dezembro que os produtores de porco têm feito ações pelo país, contra o baixo preço pago pela grande distribuição aos produtores.

Além disso, os produtores falam do incumprimento da lei da rotulagem, que entrou em vigor em abril, para identificar a carne de porco, e que obriga a referir que o animal foi "criado em", "abatido em" e "desmanchado em".

Lusa

  • Ministro diz que encontro com suinicultores e distribuidores foi positivo
    0:50

    Economia

    Os representantes dos suinicultores e das empresas de distribuição estiveram, esta manhã, reunidos com o ministro da Agricultura. De acordo com Capoulas Santos, o encontrou permitiu alguns consensos e decorreu de forma bastante positiva. Estão marcados novos encontros, fora do Ministério, e espera-se que o acordo definitivo possa ser alcançado nos próximos dias. Capoulas Santos deu exemplo de alguns dos assuntos debatidos nesta reunião.

  • Suinicultores dizem que estão em risco 200 mil empregos
    0:36

    Economia

    O Governo apela aos portugueses para que comprem carne de porco nacional, para combater a grave crise que o setor está a passar. Mais de 100 suinicultores ofereceram carne a centenas de pessoas, este domingo, em Lisboa. Os empresários tentaram sensibilizar a população para a produção nacional. Lembram que Angola e Rússia eram os principais mercados das empresas portuguesas. O país africano deixou de pagar aos fornecedores e a União Europeia proibiu a venda de produtos à Rússia. Os suinicultores acusam ainda as grandes superfícies de pagarem pouco pela carne de porco nacional e dizem que estão em risco 200 mil postos de trabalho.

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.