sicnot

Perfil

Economia

Teleperformance nega ter cortado nos prémios dos trabalhadores

A Teleperformance Portugal negou hoje ter cortado nos prémios de assiduidade e de qualidade dos funcionários, tal como afirma o Sindicato dos Trabalhadores de Call-Centers (STCC), e garantiu que "atua no estrito respeito da legislação em vigor".

Michael Perez


Num comunicado de resposta a um pedido de esclarecimento da agência Lusa, a Teleperformance sublinha que "nenhum colaborador viu a sua remuneração reduzida em dezembro relativamente à remuneração auferida anteriormente" e acrescenta que a mesma situação ocorrerá em janeiro e nos meses subsequentes.

O Sindicato dos Trabalhadores de Call-Centers acusou hoje, num nota enviada à Lusa, a empresa Teleperformance Portugal de cortar nos prémios de assiduidade e de qualidade dos trabalhadores, de modo "a evitar a subida do valor do salário mínimo nacional".

No comunicado à Lusa, a empresa esclareceu que a "informação não tem qualquer fundamento e que a Teleperformance nunca equacionou a implementação de qualquer medida que tivesse como objetivo diminuir a compensação financeira dos seus colaboradores".

No esclarecimento, a empresa diz que a "política de remuneração da Teleperformance é de pagar o máximo que consegue a toda a sua equipa de colaboradores e não o que é obrigada por lei".

A empresa lembrou que a generalidade dos profissionais da empresa aufere um vencimento superior ao salário mínimo nacional.

"O salário mínimo nacional foi instituído em Portugal para assegurar que todos os profissionais auferem, pelo menos, esse valor. Assim, um eventual aumento não tem como consequência direta uma subida salarial dos profissionais, que já auferem um ordenado superior a esse valor", é referido.

A empresa recordou também que, em Portugal, "está estabelecido que não se pode reduzir (exceto em condições particulares) a compensação financeira de um profissional", salientando que atua no estrito respeito pela legislação em vigor.

A Teleperformance refere que vai "continuar a procurar todas as formas de melhorar as condições financeiras da sua equipa, sem colocar em risco a viabilidade e a sustentabilidade do projeto empresarial".

No comunicado, a empresa destacou ainda que "mantém uma postura de abertura e de diálogo em prol da sustentabilidade do setor" e reafirmou "o seu empenho na salvaguarda do interesse de todos os profissionais".

Em declarações à agência Lusa, Danilo Moreira, do Sindicato dos Trabalhadores de Call-Centers (STCC), explicou que os trabalhadores da Teleperformance Portugal que recebem como remuneração base o salário mínimo nacional viram ser-lhes cortado no vencimento de dezembro 25 a 30 euros nos subsídios de assiduidade e de qualidade.

"Trata-se de uma estratégia para combater o aumento do salário mínimo nacional, ou seja, na prática vai tudo ficar na mesma", explicou.

De acordo com Danilo Moreira, esta situação é um atropelo à lei.

De acordo com o STCC, os subsídios em questão são componentes fixas do vencimento dos trabalhadores, pelo que não podem ser cortados unilateralmente pela entidade patronal.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.