sicnot

Perfil

Economia

Air France perdeu 70 ME de receitas em dezembro devido a atentados de Paris

A Air France-KLM anunciou hoje que os ataques terroristas de 13 de novembro em Paris reduziram o seu volume de negócios no último mês do ano em 70 milhões de euros.

Reuters

Reuters

© Christian Hartmann / Reuters

Contudo, o efeito foi amplamente minimizado ao longo das últimas duas semanas, segundo indicou o grupo franco-holandês.

"O impacto negativo dos ataques de Paris em dezembro nas receitas foi estimado em cerca de 70 milhões de euros, com uma flexibilização significativa nas últimas duas semanas. A tendência de reservas em dezembro esteve em linha com uma recuperação gradual", refere um comunicado do grupo, citado pela agência AFP.

O tráfego total da Air France, KLM e das subsidiárias 'low-cost' (HOP! e Transavia) em dezembro foi de 6,7 milhões de passageiros, um número "estável" relativamente ao mês anterior.

O grupo tinha estimado o impacto negativo dos ataques terroristas nas receitas em 50 milhões de euros em novembro.

A Air France-KLM também indicou anteriormente que espera ter regressado aos lucros em 2015 depois de anos de prejuízos. Os resultados anuais devem ser anunciados em fevereiro.

Os atentados terroristas em Paris fizeram 130 mortos e 350 feridos.

  • Pelo menos 2 mortos em Guadalupe à passagem do furacão Maria

    Mundo

    A passagem na terça-feira do furacão Maria pelo arquipélago francês de Guadalupe, nas Caraíbas, provocou a morte de duas pessoas, indicou o governo. Em declarações à Rádio RCI, Eric Maire, delegado do governo, disse que um homem morreu devido à queda de uma árvore, e que outra pessoa foi encontrada morta junto ao mar.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.