sicnot

Perfil

Economia

Presidente da OPEP pede reunião extraordinária sobre queda dos preços do petróleo

O presidente da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP), Emmanuel Ibe Kachikwu, defendeu hoje a realização de uma reunião extraordinária do organismo "no início de março" para avaliar a queda dos preços do petróleo.

Emmanuel Ibe Kachikwu, presidente da OPEP e ministro de Estado para os Recursos Petrolíferos da Nigéria.

Emmanuel Ibe Kachikwu, presidente da OPEP e ministro de Estado para os Recursos Petrolíferos da Nigéria.

© Heinz-Peter Bader / Reuters (Arquivo)

Emmanuel Ibe Kachikwu, também ministro de Estado para os Recursos Petrolíferos da Nigéria, defendeu ser necessária uma reunião extraordinária sobre os preços do crude, que caíram para o nível mais baixo em 12 anos, durante uma conferência em Abu Dhabi.

O barril de referência da OPEP cotou-se na quarta-feira a 29,71 dólares, abaixo dos 30 dólares pela primeira vez desde 5 de abril de 2004.

Esse barril baseia-se numa mistura de 12 qualidades de petróleo dos Estados-membros da OPEP e é um valor nominal, ou seja, não inclui a inflação.

"Nós dissemos que se [o preço] atingisse 35 [dólares por barril] iríamos começar a olhar (...) para uma reunião extraordinária", disse Kachikwu, sublinhando que os preços atingiram níveis que carecem de um encontro da OPEP.

A queda dos preços do petróleo agudizou-se desde o princípio de dezembro de 2015, depois de os ministros da OPEP não terem conseguido chegar a um acordo em relação a um 'plafond' conjunto de produção, apesar do excesso de oferta no mercado.

Este excesso de oferta de petróleo ocorre numa altura em que os países emergentes, especialmente a China, reduziram as estimativas de crescimento económico e de consumo de energia.

Neste contexto, analistas de alguns bancos de investimento, como o Goldman Sachs, não afastam a hipótese de que a atual tendência possa afundar a cotação do petróleo até aos 20 dólares.

Lusa

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Morreu José Manuel Castello-Lopes

    Cultura

    O empresário de cinema morreu esta quinta-feira aos 86 anos. A notícia da morte foi avançada hoje pela Academia Portuguesa de Cinema na sua página de Facebook.

  • Grupo armado mata 28 cristãos no Egito
    1:03
  • PSD quer criar taxa sobre a Uber e Cabify
    1:21

    Economia

    O PSD quer criar uma taxa sobre a Uber e Cabify para regulamentar as plataformas de transporte. A proposta deu entrada esta sexta-feira, no Parlamento, e procura ser uma alternativa ao projeto lei do Governo para o setor.

  • Médico português a caminho de Mossul
    3:01

    País

    Um médico português vai partir para o Iraque, no final do mês, para integrar uma equipa dos Médicos Sem Fronteiras. Gustavo Carona vai para Mossul, uma cidade bastião dos jihadistas, que tem sido palco de uma violenta guerra entre o Daesh e as forças iraquianas.

  • Filho de Eduardo dos Santos gasta 500 mil euros em relógio

    Mundo

    Desta vez não é Isabel dos Santos que dá que falar, mas sim um outro filho do Presidente de Angola. Danilo dos Santos arrematou um relógio por 500 mil euros, num leilão em Cannes. O momento foi partilhado através de um vídeo no Instagram, no qual aparece o ator Will Smith a comentar que o jovem "parece demasiado novo para ter 500 mil euros".

  • O "chega p'ra lá" de Trump
    2:35
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28

    País

    O Presidente da República promete voltar ao Luxemburgo até ao final do ano, se houver mais 10 mil portugueses recenseados até julho. Marcelo Rebelo de Sousa participou esta quinta-feira na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, que todos os anos recebe milhares de emigrantes portugueses.

    Enviados SIC