sicnot

Perfil

Economia

Santander foi o único a apresentar proposta vinculativa de compra do Banif

O Santander Totta foi o único a apresentar uma proposta vinculativa de compra do Banif, o esclarecimento acaba de ser publicado pelo Banco de Portugal. O supervisor reitera que só podia negociar a venda da atividade do Banif num contexto de resolução com instituições de crédito autorizadas, justificando assim o convite endereçado apenas ao Banco Popular e ao Banco Santander Totta.

Lusa

Lusa

Tiago Petinga

No mesmo comunicado, o Banco de Portugal adianta que a negociação só aconteceu no domingo, dia 20, no mesmo dia em que a decisão foi anunciada ao país porque na véspera, o Ministério das Finanças informou Carlos Costa que não tinha sido possível concretizar a venda do Banif, uma vez que todas as propostas entregues inicialmente implicavam a ajuda do Estado.
O supervisor escreve ainda que, nesse fim de semana, o Banif esteve risco de insolvência.

  • Estado reembolsa FMI em apenas 3,3 mil milhões dos 10 mil milhões previstos
    1:21

    Economia

    Este ano, o Tesouro português só vai reembolsar cerca de 3 mil milhões de euros ao FMI, ao contrário dos 10 mil milhões que estavam previstos pelo anterior governo. A injeção de dinheiro público no Banif e o atraso na venda do Novo Banco obrigaram a reduzir o montante dos reembolsos a fazer aos credores e aumentaram também a necessidade de financiamento do Estado.

  • Caso Banif domina segundo dia de campanha eleitoral
    1:32

    Presidenciais 2016

    A solução do Governo para o caso Banif dominou algumas das campanhas dos outros cinco candidatos, nesta segunda-feira. Cândido Ferreira exige uma auditoria a todo o sistema financeiro e Henrique Neto considera que o primeiro-ministro desiludiu muitos portugueses. O dia ficou ainda marcado por uma original ação de campanha de Vitorino Silva.

  • Costa confirma proposta recusada para o Banif
    2:24

    Banif

    O Governo viu-se obrigado a recusar uma proposta pelo Banif, vinda de um fundo norte-americano, que poupava 1.700 milhões de euros aos contribuintes. Isso mesmo foi confirmado pelo primeiro-ministro, numa edição especial do programa Quadradutra do Círculo, que será emitido esta noite na SIC Notícias. António Costa explica que o banco foi vendido ao Santander porque já não havia tempo para outra solução.

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.