sicnot

Perfil

Economia

SATA cancela voo entre Terceira e São Jorge

A transportadora aérea SATA cancelou hoje um voo entre as ilhas Terceira e São Jorge, nos Açores, devido ao mau tempo que assola o arquipélago, deixando em terra 115 passageiros, informou o porta-voz da companhia.

"Os aviões [A310] estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece", afirmou Luís Miguel Sancho. (Arquivo)

"Os aviões [A310] estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece", afirmou Luís Miguel Sancho. (Arquivo)

"Cancelámos hoje um voo Terceira-São Jorge-Terceira, afetando no total 115 passageiros", afirmou à Lusa António Portugal, acrescentando que "estes passageiros serão reacomodados em voos programados para quinta-feira".

Ao nível marítimo continuam encerrados a toda a navegação dois portos nos Açores, o porto da Casa, na ilha do Corvo, e o porto de Santa Cruz, na ilha das Flores.

O comandante do porto da Horta, Diogo Vieira Branco, disse hoje à Lusa que "não há previsão" de quando estas duas infraestruturas portuárias poderão reabrir à navegação, pois tal "está dependente da evolução das condições meteorológicas".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu hoje um aviso amarelo para o grupo oriental dos Açores devido à previsão de chuva forte a partir das 00:00 locais de quinta-feira (mais uma hora em Lisboa).

Segundo o IPMA, a permanência de uma superfície frontal com ondulações, associada a uma depressão em fase de cavamento a sul do arquipélago, sobre o grupo oriental (São Miguel e Santa Maria), provocará precipitação pontualmente forte, especialmente na costa leste das ilhas.

Assim, São Miguel e Santa Maria vão estar sob aviso amarelo meteorológico entre as 00:00 e as 21:00 de quinta-feira.

O aviso amarelo é o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis e aplica-se a situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

Face a estas previsões meteorológicas, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores emitiu um aviso a recomendar "a adoção de comportamentos adequados" e "medidas de autoproteção", sobretudo nas zonas mais vulneráveis.

Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e retirar inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento são algumas das recomendações a ter em conta.

Contactado pela Lusa, fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores informou que até ao momento não houve registo de nenhuma ocorrência em nenhuma das nove ilhas açorianas.

Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41