sicnot

Perfil

Economia

SATA cancela voo entre Terceira e São Jorge

A transportadora aérea SATA cancelou hoje um voo entre as ilhas Terceira e São Jorge, nos Açores, devido ao mau tempo que assola o arquipélago, deixando em terra 115 passageiros, informou o porta-voz da companhia.

"Os aviões [A310] estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece", afirmou Luís Miguel Sancho. (Arquivo)

"Os aviões [A310] estão absolutamente obsoletos. Eu como passageiro não entrava num avião da SATA. O que é dado a ver ao passageiro não tem condições nem conforto em comparação com o que a nossa concorrência oferece", afirmou Luís Miguel Sancho. (Arquivo)

"Cancelámos hoje um voo Terceira-São Jorge-Terceira, afetando no total 115 passageiros", afirmou à Lusa António Portugal, acrescentando que "estes passageiros serão reacomodados em voos programados para quinta-feira".

Ao nível marítimo continuam encerrados a toda a navegação dois portos nos Açores, o porto da Casa, na ilha do Corvo, e o porto de Santa Cruz, na ilha das Flores.

O comandante do porto da Horta, Diogo Vieira Branco, disse hoje à Lusa que "não há previsão" de quando estas duas infraestruturas portuárias poderão reabrir à navegação, pois tal "está dependente da evolução das condições meteorológicas".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu hoje um aviso amarelo para o grupo oriental dos Açores devido à previsão de chuva forte a partir das 00:00 locais de quinta-feira (mais uma hora em Lisboa).

Segundo o IPMA, a permanência de uma superfície frontal com ondulações, associada a uma depressão em fase de cavamento a sul do arquipélago, sobre o grupo oriental (São Miguel e Santa Maria), provocará precipitação pontualmente forte, especialmente na costa leste das ilhas.

Assim, São Miguel e Santa Maria vão estar sob aviso amarelo meteorológico entre as 00:00 e as 21:00 de quinta-feira.

O aviso amarelo é o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis e aplica-se a situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

Face a estas previsões meteorológicas, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores emitiu um aviso a recomendar "a adoção de comportamentos adequados" e "medidas de autoproteção", sobretudo nas zonas mais vulneráveis.

Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e retirar inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento são algumas das recomendações a ter em conta.

Contactado pela Lusa, fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores informou que até ao momento não houve registo de nenhuma ocorrência em nenhuma das nove ilhas açorianas.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.