sicnot

Perfil

Economia

Cerca de 2,5 milhões de brasileiros perderam o emprego entre 2014 e 2015

Um total de 2,5 milhões de pessoas perderam emprego no Brasil entre meados de 2014 e 2015, segundo informações divulgadas hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em relação ao trimestre anterior, de junho a agosto de 2015, 323 mil pessoas perderam os seus postos de trabalho, ou seja, um aumento de 3,7%.

Em relação ao trimestre anterior, de junho a agosto de 2015, 323 mil pessoas perderam os seus postos de trabalho, ou seja, um aumento de 3,7%.

© Paulo Whitaker / Reuters

No final do terceiro trimestre de 2015, 9,1 milhões de pessoas estavam à procura de emprego no Brasil, uma subida de nove por cento em relação ao período entre Março e junho.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE indica que o número de pessoas que procuram emprego sem sucesso é o maior registado no país desde 2012, quando o instituto de estatísticas começou a divulgar mensalmente estes dados.

No segundo trimestre de 2015, a população desocupada era de 8,6 milhões.

Hoje, a Presidente brasileira, Dilma Rousseff, disse que o aumento do desemprego é a grande preocupação do governo, prometendo o empenho do executivo no combate a este problema.

"É o que nós olhamos todos os dias, é aquilo que requer atenção do governo", disse Dilma Rousseff, num encontro hoje com os jornalistas.

Os dados do IBGE também indicam que o número de empregados com contrato caiu 1% em comparação com o trimestre anterior e 3,2% em relação ao mesmo período de 2014.

A população ocupada no país manteve-se estável em 92,3 milhões bem como o rendimento médio real, na ordem dos 1.895 reais (432 euros).

Lusa

  • Carlos César admite diálogo "mais fácil" com PSD de Rio
    1:36

    País

    O presidente e líder parlamentar do PSD diz que o partido não precisa de novos aliados, mas acredita que vai ser mais fácil dialogar com o PSD liderado por Rui Rio, Carlos César visitou esta segunda-feira as regiões afetadas pelos incêndios do ano passado, no primeiro dia das jornadas parlamentares dos socialistas.

  • Benfica é o único clube português na lista dos mais ricos
    1:34
  • Papa pede perdão a vítimas de abusos por ter usado expressão "menos feliz"
    1:21

    Mundo

    No final da visita à América Latina, já no avião de regresso a Roma, o Papa Francisco pediu desculpa às vítimas de abusos sexuais no Chile. O líder da Igreja católica considerou que utilzou uma expressão menos "feliz" quando saiu em defesa do bispo Juan Barros, exigindo "provas" a quem o acusa de não ter agido.

  • Os três pontos de Ronaldo
    1:16
  • Decifrado pergaminho encontrado há 50 anos

    Mundo

    Investigadores israelitas reconstituíram e decifraram um dos dois manuscritos de pergaminhos do Mar Morto que nunca tinham sido interpretados desde que foram descobertos há meio século, anunciou a universidade israelita de Haifa.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC