sicnot

Perfil

Economia

CMVM suspende negociação das ações da Mota-Engil

última hora

A negociação das ações da Mota-Engil foi hoje suspensa a pedido da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, quando afundavam mais de 21%.

Os títulos estava a cair 21,64% para 1,13 euros no momento em que a negociação foi suspensa.

A CMVM já anunciou a decisão em comunicado. Fontes oficiais da CMVM e da Euronext Lisbon tinham avançado à Reuters a suspensão, sem adiantar mais pormenores.

O regulador do mercado invocou o artigo 214.º e a alínea b) do n.º 2 do artigo 213.º do Código dos Valores Mobiliários para justificar a suspensão, alegando a existência de "circunstâncias suscetíveis" de "perturbar o regular desenvolvimento da negociação", sem adiantar mais pormenores.

As ações estariam a ser castigadas pela forte exposição aos mercados africanos, sobretudo a Angola, e pela descida do preço do petróleo.

Com Reuters e Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.