sicnot

Perfil

Economia

TAP suspende ligações a Bogotá, Cidade do Panamá e Manaus

A TAP vai suspender as ligações para Bogotá, na Colômbia, Cidade do Panamá e Manaus, no Brasil, por se terem revelado operações deficitárias para a companhia aérea, confirmaram à Lusa fontes da companhia aérea.

(Arquivo)

(Arquivo)

Armando Franca

Fontes da transportadora portuguesa confirmaram à Lusa que a notícia avançada no domingo pelo portal Presstur, de que a rota Lisboa-Bogotá-Panamá-Lisboa será suspensa bem como a ligação a Manaus (Lisboa-Manaus-Belém-Lisboa), que contará com "ligações otimizadas" asseguradas pela companhia Azul, de David Neeleman, acionista da TAP.

A operação cancelada tinha sido lançada no verão de 2014, juntamente com mais nove destinos, num dos períodos mais difíceis da companhia, com muitos atrasos e cancelamentos que o presidente, Fernando Pinto, atribuiu a "dores de crescimento", associadas ao atraso no reforço da frota e na formação de pilotos.

Além da procura insuficiente para justificar a rota, a ligação a Bogotá implicava uma escala para abastecer na cidade do Panamá, o que tornava a operação ainda mais onerosa, explicou à Lusa fonte da transportadora nacional.

Já na rota Lisboa-Manaus-Belém-Lisboa, a TAP decidiu continuar a fazer ligação a Belém, suspendendo a paragem que fazia em Manaus, na Amazónia, ligação que será assegurada através de um acordo comercial com a Azul.

Na semana passada, David Neeleman prometeu para esta semana o anúncio de novos destinos da TAP, nomeadamente para os Estados Unidos da América.

Ainda assim, o presidente da TAP, Fernando Pinto, explicou que a estratégia da companhia passa "muito mais por aumentar o número de frequências [do que o número de destinos]".

"Precisamos cada vez mais de consolidar a nossa posição nos destinos fortes, porque assim o passageiro sabe que tem todos os dias aquele voo, a determinada hora", disse o gestor na conferência de imprensa em que foi anunciado que a Portugália (PGA), a transportadora regional do grupo TAP, vai passar a chamar-se TAP Express, e até julho vai ter a frota totalmente renovada com 17 aviões.

Além disso, a transportadora vai duplicar as ligações diárias entre o Porto e Lisboa, estando a estudar com a ANA -- Aeroportos de Portugal soluções para encurtar o tempo necessário para os procedimentos de embarque.

Lusa

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC