sicnot

Perfil

Economia

Dívida pública sobe para 231,3 mil ME em novembro

A dívida pública aumentou para 231.261 milhões de euros em novembro de 2015, mais 2.016 milhões de euros do que em outubro, segundo o Boletim Estatístico do Banco de Portugal hoje divulgado.

© Rafael Marchante / Reuters

Estes valores referem-se à dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas. A subida da dívida das administrações públicas em novembro acontece depois de ter sido registada uma diminuição desses valores em outubro face a setembro.

Já a dívida líquida de depósitos da administração central desceu em novembro, neste caso 522 milhões de euros para 213.563 milhões de euros.

Face ao final de 2014, os dados referentes a novembro demonstram um aumento da dívida pública, assim como da dívida líquida, em ambos os casos superior a 5.000 milhões de euros.

No final de 2014, a dívida pública fixou-se nos 225.767 milhões de euros e a dívida pública líquida de depósitos da administração central nos 208.196 milhões de euros.

A dívida na ótica de Maastricht é utilizada para medir o nível de endividamento das administrações públicas de um país e o conceito está definido num regulamento de 2009 do Conselho Europeu, relativo à aplicação do protocolo sobre o procedimento relativo dos défices excessivos anexo ao Tratado que institui a Comunidade Europeia.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.